domingo, 12 de agosto de 2012

Ao meu Pai, Mansur Macluf:



O dia de hoje é próprio para se falar em grandezas. Refiro-me a caráter, atitudes, honestidade, conduta, ética, responsabilidade, sabedoria, paciência, bom senso, persistência, generosidade e fé. Enfim, refiro-me às grandezas de meu pai que, no dia a dia, se fizeram presentes e marcantes tanto na minha criação quanto na de meus irmãos.


Hoje, consigo compreender bem a plenitude do sentimento paterno. Também sou pai. Meu filho, Antônio Augusto, acaba de completar um ano.

Por respeito, amor e reconhecimento às perspectivas de um filho, é possível ceder a vez, ainda que o motivo faça parte de realização pessoal e represente a satisfação do dever cumprido. Assim fez meu pai, quando abriu mão de concorrer a vereador, na eleição de 2008, para que eu ocupasse seu lugar.

Na nossa casa, durante minha infância e juventude, sentíamos sua ausência. Sempre saía cedo e chegava tarde. Questões da vida pública tomavam seu tempo e as soluções o recompensavam. Hoje, assim como a nossa comunidade, entendo o valor da tarefa realizada.

Mansur Macluf ensinou-me que ser um homem de bem, lutar contra desafios e honrar a palavra valem para todas as situações da vida – pessoal ou política. E, sendo assim, é querido e respeitado onde quer que esteja. Ele é um homem público, e se lança com coragem, simplicidade e resistência, para reassumir seu lugar como representante do povo. Isso é admirável.

Hoje, transmito ao meu pai, profundos e verdadeiros sentimentos de amizade, amor, companheirismo, orgulho e gratidão. Nele, continuo encontrando a excelência da verdade, da sinceridade e da força, e me emociono e me envaideço ao vê-lo repassar às novas gerações. Obrigado, pai.

Esta mensagem é extensiva a todos os pais, como minha homenagem pela data.



Com carinho,



Eduardo Macluf



quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Macluf destaca pesquisa do professor Pedro Curi Hallal

O pesquisador do Centro de Epidemiologia da UFPel, Pedro Curi Hallal, tem ocupado destacados espaços na Imprensa do Estado, do País e a nível internacional, com referências ao projeto...envolvendo 33 pesquisadores de 16 países, relacionado à atividade física com base em dados de 122 nações, abrangendo 80% da população mundial.

Da tribuna da Câmara, o vereador Eduardo Macluf destacou a grande projeção do pesquisador pelotense Pedro Curi Hallal e a importância do Poder Legislativo reconhecer o trabalho que ganhou espaços na Imprensa local, estadual, e no Jornal Nacional, The Times, BBC, New York Times entre outros veículos de comunicação nacionais e internacionais.

"Pretendo compartilhar com os vereadores o relatório do projeto do professor, que contém o conjunto de informações sobre a prática de atividade física no mundo, servindo de pauta para a gestão pública quanto às ações de saúde", enfatizou Macluf.

O vereador vai convidar o pesquisador Pedro Curi Hallal, para realizar uma explanação, em plenário, detalhando seus estudos sobre o vínculo entre saúde e prática de exercícios.

Pedro Curi Hallal é consultor do Ministério da Saúde e membro fundador da Sociedade Brasileira de Atividade Física. "O professor desponta em debates, estudos e pesquisas, orgulhando nossa sociedade", salientou Macluf, argumentando que "a prática de exercícios reflete no planejamento de uma população saudável e com qualidade de vida. O tema é essencial e prioritário para pautar as políticas públicas e a gestão eficiente."

Em recente entrevista à Imprensa, Pedro Curi Hallal enfatizou que "é urgente que as ações de promoção da saúde tenham maior cobertura, atingindo mais pessoas. Precisamos também dos setores de esporte, de educação e de transporte. Existem diferentes estratégias que funcionam para aumentar o nível de atividade física da população, como intervenções na educação física escolar e programas de divulgação dos benefícios conquistados pelos exercícios."

Pedro Curi Hallal lidera grupo de pesquisadores na produção de artigos da revista científica The Lancet, que é uma das publicações médicas mais influentes do mundo.

Para Macluf, "ouvir relatos do pesquisador é abrir horizontes para projetos e programas que venham a projetar mudanças efetivas na realidade do Município, quanto à prática de atividades físicas com vistas à saúde. O Poder Público deve dispor-se a aderir iniciativas que façam a diferença da qualidade de vida da população."

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Eduardo Macluf instala gabinete parlamentar na Fenadoce

Visita aos expositores, à Cidade do Doce, à Praça da Alimentação, à Estância e, principalmente, ao Auditório, onde foi realizado o projeto Fala Pelotas, fizeram parte do roteiro do vereador Eduardo Macluf (PP) à 20ª Fenadoce. Seu gabinete parlamentar prestou atendimento ao público, no estande do Poder Legislativo, no feriado de quinta-feira, durante todo o dia, das 10 às 23h.

 Macluf, entre amigos e assessores, comentou que a Fenadoce é uma promoção sólida, que já conquistou seu espaço, com projeção não só no Estado, mas em todo o País e internacionalmente. "É uma das maiores realizações de Pelotas, oportunizando a realização de vultosos negócios em todas as áreas. É a oportunidade de chamar o turismo, pois o visitante, ao vir ao Município para a Feira, sempre inclui no seu roteiro as idas ao Centro Histórico, ao Laranjal, e outros pontos, considerando-se também o acréscimo no movimento da rede hoteleira, dos bares, restaurantes, comércio e serviços."

 O vereador esteve algumas horas no Auditório do Centro de Eventos, onde se realizou o Fala Pelotas. Encontrou amigos, manteve contato com o público, recolhendo reivindicações e sugestões, e obteve grande receptividade nos espaços concedidos às secretarias do município - com destaque para a Desenvolvimento Econômico e Turismo, da qual foi secretário, tendo encontrado sua ex-equipe de trabalho.

No estande do Legislativo, Macluf foi prestigiado por outros vereadores que estiveram na Feira e por grande número de pessoas que foram ao seu encontro buscar orientação parlamentar sobre diversos assuntos. Acompanhado, além dos assessores, pela TV Câmara, o vereador gravou entrevista e teve registros de imagens feitos em diversas instalações do Centro de Eventos. "

A Fenadoce tornou-se um lugar de oportunidades. Além dos negócios, a promoção garante diversão ao público de todas as idade, projeta a gastronomia, os talentos através dos shows na Praça da Alimentação, na Cidade do Doce e na Estância, onde os tradicionalistas mantêm acesa a chama da cultura rio-grandense, o convívio dos pelotenses com pessoas de fora e, principalmente, o encontro de todas as classes", afirma o vereador.

 Macluf esteve em Brasília na quarta-feira, em audiências no Senado Federal, com a senadora Ana Amélia Lemos, na Infraero e nos ministérios das Cidades e da Habitação. Retornou a Pelotas à noite, para cumprir seu compromisso de gabinete parlamentar na Fenadoce e prestigiar a realização da 2ª edição da Feira.
07/06/2012

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Macluf registra números do programa de microcrédito

O programa de microcrédito em Pelotas - Economia Popular - ultrapassou a marca dos R$ 2,5 milhões. Os recursos são provenientes de parceria entre a Prefeitura e as instituições financeiras Caixa Federal, Banco do Brasil e Banrisul. O registro foi feito pelo vereador Eduardo Macluf, da tribuna da Câmara.
 
        Macluf foi o idealizador na execução do programa Economia Popular vai aos Bairros, levando aos empreendedores, através da visita da equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, a orientação necessária e a oportunidade de contraírem crédito com juros baixos e prazos estendidos para pagamento, a fim de fomentar seus negócios.
 
       O vereador, que desempenhava a função de secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, destacou na sessão da Câmara a qualidade dos servidores e funcionários da SDET, sob a responsabilidade do superintendente de Economia Popular, Darci Ferreira. "Juntos, conseguimos exitosamente implantar o programa, abrindo as portas para viabilizar iniciativas produtivas, disponibilizando diversas linhas de crédito. Aos bairros, levamos informação e apoio para impulsionar empreendimentos, mudando a realidade de incontável número de famílias", comentou.
 
         O montante de R$ 2,5 milhões de financiamentos foi atingido em tempo recorde. O convênio entre Prefeitura e CEF foi firmado em novembro de 2009. Em 2010, aproximadamente R$ 20 mil foram liberados. Ao assumir a Secretaria, em fevereiro de 2011, Eduardo Macluf, criando e implantando o programa Economia Popular vai ao Bairro, levou  os números dispararem em termos de créditos contratados. Os juros são de 0,64% ao mês.
 

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Eduardo Macluf recebe homenagem como ex-secretário da Ciência e Tecnologia



O vereador progressista Eduardo Macluf, na condição de ex-secretário da Secretaria de Estado da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, recebe homenagem hoje (24/5), às 18h30min, nos Jardins do Palácio Piratini, em Porto Alegre. O evento é parte das comemorações do aniversário de 25 anos da SCIT.

Na programação festiva, estão inseridos estações de arte, tecnologia e conteúdo, além da homenagem aos 18 ex-secretários que atuaram na Pasta desde março de 1987, quando foi fundada pelo então governador Pedro Simon, tendo como primeiro secretário Ruy Carlos Ostermann.

Eduardo Macluf assumiu a titularidade da Secretaria no ano de 2010, permanecendo até o final do Governo Yeda Crusius. Então, teve como sucessor Cléber Cristiano Prodanov, atual secretário. Macluf retornou ao Legislativo por curto período, aceitando o convite do prefeito Fetter Júnior para ocupar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Durante o período em que desempenhou atividades na Secretaria de Estado, Eduardo Macluf teve destacada participação no processo de implantação e desenvolvimento de parques tecnológicos e consolidação do Programa Pró-Inovação, constituído através da Lei da Inovação, aprovada no ano de 2009.

Ainda como secretário, Macluf foi presidente do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia e coordenador da Rede Petro/RS (Rede de Petróleo, Óleo e Gás do Rio Grande do Sul).

A Secretaria da Ciência e Tecnologia, à época de Macluf como secretário, contava com quatro órgãos vinculados - Fepagro (Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária), Fapergs (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul), Cientec (Fundação de Ciência e Tecnologia) e Uergs (Universidade Estadual do Rio Grande do Sul).

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Por que doar sangue?

O sangue é um tecido vivo que circula pelo corpo, essencial à vida. Todos os dias acontecem centenas de acidentes, cirurgias e queimaduras violentas que exigem transfusão, assim como os portadores de hemofilia, leucemia e anemias. Além disso, doar sangue é um ato simples, tranqüilo e seguro que não provoca risco ou prejuízo à saúde. Se cada pessoa saudável doasse sangue espontaneamente pelo menos duas vezes ao ano, os Hemocentros teriam Hemocomponentes suficiente para atender toda população. O sangue não tem substituto. Por isso a doação espontânea e periódica é fundamental. Uma única doação de sangue pode salvar várias vidas. Doar sangue é uma atitude necessária, de solidariedade, cidadania e amor. Lembre-se: • Sangue não se fabrica artificialmente; • O sangue doado não ultrapassa 10% do volume em circulação no corpo; • A quantidade doada é reposta rapidamente; • Você só doa novamente se quiser. A doação de sangue não vicia; • A doação acontece em ambiente confortável e limpo; • O doador é atendido por pessoal capacitado e qualificado para esta função. Saiba mais sobre doar sangue .www.hemocentro.rs.gov.br

terça-feira, 1 de maio de 2012

Dia do Trabalho

Quero fazer uma saudação a todos os trabalhadores que lutam incansavelmente por uma vida digna e uma sociedade mais justa.
Todo o trabalho,desde o mais singelo ao mais elevado,enobrece e dignifica um povo e uma nação.
Parabéns a todos aqueles que dão sua parcela diária para o crescimento de nossa cidade e toda a região.

Um Forte Abraço!!

Eduardo Macluf
Vereador

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Aviação Azul: vice-governador confirma interesse


O vice-governador do Estado, Beto Grill, em vistoria ao Aeroporto local realizada ontem à tarde, reafirmou o interesse do Governo do Estado em viabilizar a ligação aérea de Pelotas e região com o centro do País, através de voos regulares pela Aviação Azul. "Tenho participado de programas de combate às desigualdades regionais, e uma das exigências é a logística, onde está incluído um transporte de qualidade." A expectativa é de que a linha esteja em funcionamento em meados do mês de setembro.
 
Segundo Beto Grill, a parte que cabe ao Estado, para o transporte aéreo regular no Município, será agilizada no menor tempo possível, com o objetivo de implantar de vez a linha Pelotas/Campinas, de onde os usuários terão acesso rápido a todos os pontos do País. A pendência final está em torno de firmatura de convênio entre a Infraero e Governo do Estado, a respeito da Brigada de Incêndio. O vice-governador recebeu cópia da minuta do convênio.
 
O vice-governador foi recebido no Aeroporto pelo vereador Eduardo Macluf, que está à frente dessa pauta, já tendo participado, desde o ano passado, quando exercia as funções de secretário municipal de Desenvolvimento e Turismo, de diversas reuniões e encaminhamento de documentação, e pelo superintendente da Infraero em Pelotas, Anilson Gonçalves.
 
Beto Grill destacou o vereador Eduardo Macluf como um "importante interlocutor". Comentou, também, que a linha Pelotas/escala Porto Alegre/Campinas possui viabilidade econômica. "A região tem que se preparar para atualizar-se ao crescimento, com os olhos voltados para os próximos anos."
 
CONVÊNIO
 
Eduardo Macluf detalhou os passos dados, até hoje, para viabilizar a operacionalidade de voos regulares com partida e chegada em Pelotas. O aparelho de raio x para bagagem e um caminhão de bombeiros maior dos que existem na guarnição local já são etapas vencidas. A possibilidade da presença da Brigada de Incêndio somente nos horários dos voos, e não durante 24 horas, também já foi autorizada pela Anac.
 
"Na próxima semana, o Comando da Brigada Militar informará à Infraero sobre valores. A expectativa é de que girem em torno de R$ 22 mil, e se referem à taxa de embarque, pernoite de aeronave, aluguel do balcão e outros ítens necessários", comentou Macluf. A partir do resultado do levantamento de custos do convênio, iniciam-se as negociações sobre a participação da Empresa e do Estado.
 
O vereador Eduardo Macluf estima que, dentro de 60 dias, sejam finalizados os termos do convênio. Depois, a Viação Azul ingressa com pedido de operação à Anac."Temos como base o Aeroporto Salgado Filho, onde Infraero e Governo do Estado são parceiros nos custos."
 
VOOS DE PELOTAS
 
Os esforços estão concentrados para que a Azul Linhas Aéreas opere com um voo por dia. Os voos serão feitos em jatos Embraer, modelos 190 ou 195, com capacidade de transporte para 96 a 120 passageiros e mais cargas.
O vereador Eduardo Macluf informou que já é possível acessar, no site da Azul, a abertura de espaço para recebimento de currículos para interessados em trabalhar na Empresa, em Pelotas.
 

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Notícias: Azul Linhas Aéreas


EDUARDO MACLUF: Azul Linhas Aéreas: diretor da Infraero vem a Pelo... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/04/azul-linhas-aereas-diretor-da-infraero.html?spref=tw

EDUARDO MACLUF: Azul: diretores da Infraero virão a Pelotas http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/03/azul-diretores-da-infraero-virao.html?spref=tw 

EDUARDO MACLUF: Macluf busca apoio para demandas do Município em B... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/03/macluf-busca-apoio-para-demandas-do.html?spref=tw 

EDUARDO MACLUF: Macluf busca solucionar pendências com a Infraero http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/02/macluf-busca-solucionar-pendencias-com.html?spref=tw 

EDUARDO MACLUF: Secretário de Estado enfatiza potencialidades da r... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/02/secretario-de-estado-enfatiza.html?spref=tw 

EDUARDO MACLUF: Prefeitos da Zona Sul discutem proposta aérea da A... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/01/prefeitos-da-zona-sul-discutem-proposta.html?spref=tw

 EDUARDO MACLUF: Azul visita Pelotas e demonstra interesse na regiã... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/01/azul-visita-pelotas-e-demonstra.html?spref=tw
EDUARDO MACLUF: Eduardo Macluf informa que seguem negociações para... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/01/seguem-negociacoes-para-linha-aerea-da.html?spref=tw 

EDUARDO MACLUF: Linha da Azul em Pelotas é foco de encontro entre ... http://eduardomacluf.blogspot.com/2011/11/linha-da-azul-em-pelotas-e-foco-de.html?spref=tw

EDUARDO MACLUF: Azul pode ter linha regular para Pelotas e Rio Gra... http://eduardomacluf.blogspot.com/2011/11/azul-pode-ter-linha-regular-para.html?spref=tw
EDUARDO MACLUF: Azul oficializa intenção de operar em Pelotas http://eduardomacluf.blogspot.com/2011/12/azul-oficializa-intencao-de-operar-em.html?spref=tw








sexta-feira, 20 de abril de 2012

Azul Linhas Aéreas: diretor da Infraero vem a Pelotas

Em atenção à intenção da Azul Linhas Aéreas de disponibilizar voos em Pelotas e Zona Sul do Estado, o diretor Aeroportuário da Infraero, João Márcio Jordão e o assessor especial da presidência da Empresa, Solismar Wickrowski, estão hoje (20/4) em Pelotas, para participar de reunião, às 11h, com o prefeito Fetter Jr, com o vereador Eduardo Macluf e com o superintendente da Infraero em Pelotas Anilson Gonçalves.
Em reunião realizada no final do mês passado, entre a Infraero e o vereador Eduardo Macluf, à época secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, ficou agendada visita a Pelotas de representantes da empresa para o mês de abril. Na pauta, vistoria no Aeroporto Internacional e encontro com integrantes da Prefeitura e Governo do Estado, com a finalidade de apresentação da proposta de viabilidade econômica para operação no Município.
Para lembrar, em reunião que contou com a participação do chefe de Gabinete da senadora Ana Amélia, Marco Aurélio Ferreira, do assessor especial da presidência da Infraero, Solimar José Wickrowski, e do diretor aeroportuário João Márcio Jordão, ficou confirmado que não será necessária a contratação de uma brigada de incêndio para atuar por 24 horas.
É importante ressaltar que há aeroportos semelhantes ao de Pelotas, nos quais a operacionalidade da brigada de incêndio e equipe de segurança é restrita aos horários de pouso e decolagem. Dessa forma, a atuação por oito horas diárias reduzirá em um terço o custo da operação, viabilizando a contratação de funcionários pela Infraero. Demais itens, como equipamento de raio x para verificação de bagagens e um caminhão de bombeiros, já haviam sido resolvidos.
Macluf acrescenta que ainda há a possibilidade de convênio com o Governo do Estado, a exemplo de outros locais do País, que viabilizaria a divisão dos custos operacionais com a brigada de incêndio. O vereador já abordou o assunto com o vice-governador Beto Grill, que aguarda planilha com os custos para analisar a viabilidade do convênio.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Microcrédito atinge a marca de R$ 1,5 milhão

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SDET) tem muitos motivos para comemorar, já que seu programa de Microcrédito, em especial o braço externo deste, denominado Economia Popular vai aos Bairros, atingiu a marca de R$ 1.551.539,34. A informação partiu do titular da pasta, Eduardo Macluf que explicou que, no período em que assumiu a titularidade da SDET, havia feito um planejamento para os primeiros doze meses, de ofertar, a título de microcrédito, a quantia de R$ 500 mil. Hoje ele comemora a marca de mais R$ 1,5 milhão disponíveis para investimentos no microcrédito. Ele credita esta ampliação de valores e o sucesso do programa, à parceria de instituições como o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banrisul, instituições com total credibilidade no mercado e com o mesmo interesse da SDET, que é proporcionar qualidade de vida e geração de renda à comunidade.

Em sua mais recente edição, o programa Economia Popular vai aos Bairros deslocou-se até a região do Areal, ocasião em que firmou convênio com a Caixa Federal e Secretaria de Segurança Transporte e Trânsito (SSTT), com o objetivo de concessão de linha de crédito voltada aos moto-taxistas locais para a compra da moto e demais equipamentos utilizados para o desempenho da função.

Outra novidade apresentada por Macluf diz respeito à cedência de crédito a formandos das universidades locais para que estes, ao terminar a graduação tenham condições de dar início à carreira profissional. Diversas reuniões já foram realizadas entre instituições de ensino superior e a SDET com este objetivo. Macluf explica ainda que a linha de crédito não pode ultrapassar R$ 15 mil por tomador e que brevemente a estrutura do programa Microcrédito será apresentada aos graduandos.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Feliz Páscoa

Desejo que o verdadeiro sentido da Páscoa, que leva a crer na vida com liberdade, no recomeço, no renascimento, numa nova chance e na renovação da confiança, prevaleça entre todos nós, levando-nos ao caminho da fraternidade e ao encontro com um mundo melhor e mais solidário.

Feliz Páscoa a você, meu amigo, e a seus familiares.



Um abraço do amigo,

Vereador Eduardo Macluf


Economia Popular no Areal

 A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SDET) realizou dia (03), às 19h, na Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar, localizada na Avenida Domingos José de Almeida, 1489 – Areal, mais uma edição do programa "Economia Popular Vai ao Bairro".

O Programa Economia Popular vai aos Bairros, constitui-se no braço descentralizado do microcrédito e leva às comunidades informações e toda a estrutura técnica e de informática para que o crédito dos interessados possa ser aprovado no mesmo dia, sendo coordenado pela Superintendência de Economia Popular.

Pode acessar o financiamento quem trabalha por conta própria e quer investir no negócio, como por exemplo: motoboy, vendedor ambulante, marceneiro, cabeleireiro e pequenos comerciantes, entre outros. A linha de empréstimo vai de R$ 250,00 a R$ 15 mil, de acordo com a avaliação do empreendimento, com prazo para efetuar o pagamento em até dois anos.

O programa Economia Popular vai aos bairros conta com a parceria da Caixa Econômica Federal, Banrisul e do Banco do Brasil.

Secretários deixam cargos nesta quinta-feira

Atendendo aos prazos da legislação eleitoral, de modo a poderem concorrer nas eleições municipais de outubro, nesta quinta-feira (05), deixam os cargos de secretários municipais Luiz Henrique Viana, da Qualidade Ambiental; Carlos Renato Bento de Oliveira, do Desenvolvimento Rural; João Tavares, de Obras; Ademar Ornel, da Educação e Desporto; Eduardo Macluf, do Desenvolvimento Econômico e Turismo e Marcos Garcia, da Igualdade Social. Também deixará a presidência do SANEP, Ubiratan Anselmo.

Em decorrência dos afastamentos, o prefeito Adolfo Antonio Fetter recebe os demissionários amanhã (05), quando, além de apresentar agradecimentos pelo trabalho realizado, fará a entrega a cada um de exemplar do Relatório de 2011 da Prefeitura Municipal, de modo que possam bem dimensionar a participação que tiveram nas expressivas conquistas que vem marcando a atual administração.

Em consequência do afastamento desses sete titulares de órgãos do primeiro escalão, o prefeito deu início a conversações com os nove partidos políticos que compõe a base aliada, de modo a que sejam procedidas as substituições sem qualquer solução de continuidade. Assim, Fetter já manteve quatro reuniões com o coletivo do Conselho Político, e, atendendo a pedidos das presidências dos partidos, passou a reuniões individuais com cada um deles.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Microcrédito

Pelotas lança sua cartilha da Lei Geral da Microempresa http://www.eduardomacluf.com.br/noticia/pelotas-lanca-sua-cartilha-da-lei-geral-da-microempresa-6f66be1e-1411-4fed-943e-1c7da092f5ca


SDET implanta Sala do Investidor http://www.eduardomacluf.com.br/noticia/sdet-implanta-sala-do-investidor-378fcb81-b357-4725-91cb-6fc0165e6f84

Macluf lança Programa de financiamento popular no BGV http://www.eduardomacluf.com.br/noticia/macluf-lanca-programa-de-financiamento-popular-no-bgv-75f2ff90-f4f4-4b80-a19e-36329a4b7698

Macluf leva programa para pequenos empreendedores no Fragata http://www.eduardomacluf.com.br/noticia/macluf--leva--programa-para-pequenos-empreendedores-no-fragata-d3f6f2a8-b5ad-41fd-b23f-2f2aa8c893c8

Macluf leva programa de crédito popular à comunidade pesqueira http://www.eduardomacluf.com.br/noticia/macluf-leva-programa-de-credito-popular-a-comunidade-pesqueira-b4a70eef-48bf-4604-98d2-de9231a3094f


Macluf leva Economia Popular ao balneário dos Prazeres http://www.eduardomacluf.com.br/noticia/macluf-leva-economia-popular-ao-balneario-dos-prazeres-abc65839-a8ab-4e8c-ac48-1b1d70c0d236

Colônia Z3 recebe a ultima edição do ano de programa popular http://www.eduardomacluf.com.br/noticia/--colonia-z3-recebe-a-ultima-edicao-do-ano-de-programa-popular-------------619dfe2e-b1c7-4365-b2f2-9c00e11fd278

Macluf apresenta resultados do Programa de Microcrédito. http://www.eduardomacluf.com.br/noticia/macluf-apresenta-resultados-do-programa-de-microcredito-f8e24f70-ddbf-417c-a17e-d61828e5082a
EDUARDO MACLUF: Programa de Microcrédito amplia valor financiado http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/01/programa-de-microcredito-amplia-valor.html?spref=tw
EDUARDO MACLUF: Aumenta a oferta de crédito aos pequenos empreende... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/01/aumenta-oferta-de-credito-aos-pequenos.html?spref=tw
EDUARDO MACLUF: Programa Microcrédito ultrapassa R$1 milhão em inv... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/02/programa-microcredito-ultrapassa-r1.html?spref=tw

EDUARDO MACLUF: Solenidade marca 1º ano do “Economia Popular vai a... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/02/solenidade-marca-1-ano-do-economia.html?spref=tw
EDUARDO MACLUF: Mototaxistas participam de reunião sobre microcréd... http://eduardomacluf.blogspot.com/2012/03/mototaxistas-participam-de-reuniao.html?spref=tw

quinta-feira, 29 de março de 2012

Macluf palestra à primeira turma de Hotelaria da UFPel

  Alunos da primeira turma do Curso Superior de Tecnologia em Hotelaria da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) foram recepcionados nesta quarta-feira, 28, com a palestra do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Eduardo Macluf. Segundo a coordenadora do Curso, professora Urânia Pereira Sperling, o evento foi organizado a fim de proporcionar um diálogo dos futuros profissionais em hotelaria com o titular desta área no Município.

O tema principal da palestra foi a importância da integração do turismo com outras áreas e com outros municípios da região. Macluf relatou os esforços da Prefeitura para alavancar o desenvolvimento da cidade por meio da divulgação das potencialidades de Pelotas entre as empresas do País. “Com essa iniciativa, conquistamos parte das gravações do filme O Tempo e o Vento, a instalação da empresa aérea Azul, além de despertar o interesse de grandes empresas da indústria oceânica em desenvolver atividades na nossa cidade, aumentando o fluxo de pessoas que utilizam a rede hoteleira local”, afirmou.

O Curso de Superior de Tecnologia em Hotelaria da (UFPel) está localizado no histórico prédio Grande Hotel, revitalizado pela Prefeitura e doado à Universidade para instalação de um hotel-escola.

terça-feira, 27 de março de 2012

Filmagens de O tempo e o vento iniciam nesta segunda-feira

Por: Anna Fernandesanna@diariopopular.com.br

Em meio ao cerco ao casarão de sua família, Bibiana Terra Cambará relembrará a história de seus ancestrais a partir desta segunda-feira (26). Às 6h, Pelotas será O tempo e o vento de Erico Verissimo. E assim permanecerá pelos próximos dias com as filmagens na Charqueada da Costa do longa do diretor Jayme Monjardim, que escolheu o olhar da matriarca para levar ao cinema uma das maiores obras brasileiras.

O diretor diz que O tempo e o vento certamente está dentre as três principais obras brasileiras. Ele salienta que o filme é a visão dele, livremente inspirada no texto de Erico Verissimo e deixa claro que alguns momentos dos livros estarão lá e outros talvez sejam diferentes. Depois de dez anos, Monjardim retorna ao município. Em 2002 ele esteve na Charqueada São João, onde neste domingo foi rezada Missa Campal, para gravar a minissérie A casa das sete mulheres, adaptação da obra da gaúcha Letícia Wierzchowski que também é roteirista do filme a ser lançado no circuito nacional no próximo ano. Sobre Pelotas, Monjardim disse que a cidade cresceu.

Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Eduardo Macluf, Pelotas está ganhando uma ótima oportunidade de divulgar a beleza da arquitetura e cultura.

Missa
Durante a Missa Campal para abençoar o início das gravações, curiosos procuraram um espaço no lado oposto da margem do arroio Pelotas para tentar enxergar os atores Fernanda Montenegro, que será Bibiana, e Thiago Lacerda, o capitão Rodrigo. Nem todo o elenco passará por Pelotas onde serão realizadas as imagens no interior do Sobrado de Bibiana. Ao todo serão mais de 20 locações entre Bagé, onde foi construída a cidade fictícia Santa Fé, Aceguá, Herval, Pinheiro Machado, São José dos Ausentes e Paulínia, esta última em São Paulo.

Fernanda Montenegro já esteve em Pelotas diversas vezes, inclusive ela contou que sempre que vai até Porto Alegre tenta esticar a viagem até o município e retornar com os tradicionais doces pelotenses na bagagem. Ela também lembrou que já esteve nos dois teatros que a cidade possui, inclusive em uma das tantas restaurações do Sete de Abril. E disse que o local é um patrimônio que precisa ser salvo e ter os olhos do município e do governo federal.

Mototaxistas participam de reunião sobre microcrédito na SSTT

Os mototaxistas da cidade participaram hoje (21), pela manhã, na sede da Secretaria de Segurança, Transportes e Trânsito (SSTT), de uma reunião sobre o acesso ao microcrédito pa...ra investimento na qualificação de seus serviços. A proposta, que segundo o superintendente de Transportes e Trânsito, Flávio Al-Alam surgiu de uma parceria entre a SSTT e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SDET), através do programa Economia Popular vai ao Bairro e a Caixa Econômica Federal, chega num momento em que a categoria está se organizando e necessitando de investimentos para qualificar o setor, “seja adquirindo novas motocicletas, celulares, curso de qualificação ou outros equipamentos necessários”, explica o gestor.

Na oportunidade, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Eduardo Macluf, apresentou aos cerca de 60 mototaxistas o projeto que oferta o microcrédito a pequenos empreendedores, a juros mais baratos dos que os praticados pelo mercado, com taxas de 0,64% ao mês.

De acordo com Macluf, no ano passado, Pelotas ofertou mais de um milhão de reais para o microcrédito, a serem pagos em 24 prestações, e, para 2012, a meta do Município é conversar com as diversas categorias e oportunizar o crédito para o desenvolvimento das pequenas empresas da cidade. Na opinião do titular da SDET, o programa é tão importante, quanto o de atração de grandes empresas para a cidade, pois, segundo ele, aumenta o desenvolvimento de pequenas empresas, gerando emprego, renda, não só no distrito industrial, mas em todas as regiões da cidade, “além de realizar o sonho das pessoas”, conclui.

Para ter acesso ao crédito, os interessados podem procurar os técnicos da SDET, localizada na rua Félix da Cunha, 603, das 8h às 18h, ou a Caixa Econômica Federal, munidos de documento de identidade, CPF, comprovante de residência e um avalista com comprovante de renda.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Tempo de Agradecer a Jayme Monjardim

  O conselho é antigo, poucos o seguem. Diz: é preciso saber fazer e... fazer saber. Pois eu conheço alguém que segue à risca esta       receita: Jayme Monjardim, que brilha intensamente fazendo para,  depois, com naturalidade, colher os resultados de sua alta criatividade, fazendo saber.
Eduardo Macluf e Fábio Castro Neves, obstinados em defesa de O tempo e o vento na cidade, merecem, a esta altura, o reconhecimento da comunidade. Jayme está de volta, o mesmo Jayme que soube consagrar nacionalmente a Princesa do Sul com A casa das sete mulheres. Agindo em nome de seu brilho profissional, de seu amor pelo Rio Grande, e de seu profundo respeito pela nossa história.

Como se A casa... não tivesse bastado, ei-lo de volta, generoso, carregando em sua bagagem toda a poesia de O tempo e o vento, para filmá-lo aqui, naquele que será um bom pedaço da história, entre Pelotas e Bagé, a nossa vizinha da fronteira, vizinha e Rainha, e também bicentenária. Jayme parece repetir aquele antigo sinal de afeto, expressado por Mozart Victor Russomano em seu retorno ao pago, quando disse: -“ Não me deixem o campo livre, não me deixem as rédeas soltas porque, no mesmo instante, eu estarei, a galope, retornando, e trilhando a estrada de ouro que conduz à Cidade de Pelotas! “
Em Russomano me inspiro, nesta oportunidade, por conta de uma eterna amizade, para dar a Jayme Monjardim, através destas palavras, o testemunho de quem agradece em nome de muitos, de pelotenses da gema, de pessoas simples do povo, das esquinas e dos campos, das escolas e das Universidades, da própria história da cidade, das tradições e dos galpões da nossa Colônia, dos salões e dos casebres, da pompa e da humildade, do fogão à lenha lá das coxilhas, lá da estrada de chão batido, e de muitos outros lugares, lá de longe, lá junto às sangas de águas paradas, lá onde se reflete o fogo branco das estrelas, e onde o cruzeiro do Sul, luzindo muito, e subindo sempre, executa a sua viagem sem fim.

Seja bem-vindo à região da Campanha, Jayme Monjardim! Inspire-se neste paraíso de silêncios e de sons naturais. E beba o seu mate, naquele amanhecer diferenciado, quando o véu da noite ainda cobre a terra, e quando ainda é possível observar os moirões dos aramados perfilados campo afora, batidos pelo luar, parecendo gente parada, quieta, escutando o silêncio grande da solidão.
Seja bem-vindo, Jayme Monjardim, nestes 200 anos de tanta história, feitos de charqueadas e de bravuras, de muita cultura e de traços neoclássicos, de tradições portuguesas e de braços negros que operaram o nosso desenvolvimento! Venha, pois esse, também, é tempo de reconhecimentos!
Venha para essa Pelotas das minisséries e dos filmes, pelo teu talento idealizados e executados, e através dos quais ela soube mostrar-se por inteiro aos olhos da nacionalidade.
Venha receber, por relevantes serviços e altos méritos, a Figueira de Bronze do Mérito Zona Sul, incluída no calendário oficial de eventos do Estado do Rio Grande do Sul; e o Treze de Bronze, oferecido pelo segundo debate de rádio mais antigo do Brasil, na Universidade Católica de Pelotas ( 34 anos); e para ser distinguido ainda com a Medalha 200 Anos, concedida pela Comissão dos 200 Anos de Pelotas, da Universidade Federal de Pelotas. Venha, Jayme, pois quando os prêmios se dão aos que os merecem, os mesmos que os murmuram com a boca, os aprovam com o coração. Este é o sentimento reinante em Pelotas em louvor a tua pessoa. Espontâneo e necessário, porque justiceiro. Aqui se compreende que, se numa cidade histórica houver um Monjardim, então nada faltará.
Jayme Monjardim  e Eduardo Macluf

Fonte: Clayton Rocha
http://www.pelotas13horas.com.br/




"Visitando quem produz" vai à Oderich

O programa desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sdet), e capitaneado pelo gestor da pasta, Eduardo Macluf, foi na manhã de hoje (19) à Fábrica de Conservas Oderich para, além de conhecer, conversar sobre como o poder público pode ajudar no desenvolvimento da indústria.

O secretário Eduardo Macluf, acompanhado de sua equipe, conversou com o gerente de produção da Oderich, Carlos Adolfo Oderich, e alguns diretores da fábrica. Foram debatidas algumas possibilidades de expansão da indústria, além de outros projetos de desenvolvimento que permitem a ajuda da Prefeitura, através da Lei 5.100 – Desenvolver Pelotas-, criada em 2005, que consente em diminuir alguns custos da indústria, além de potencializar seu trabalho,

Macluf ressalta a importância das empresas que já investiram em Pelotas, como é o caso da Oderich, que atua a 13 anos na cidade, “e para isso foi criado este programa, que induz e aproxima o poder público e empresas privadas”, comenta.

O programa “Visitando quem produz” está atuando desde outubro de 2011. Ele foi desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sdet), e versa sobre a visitação do gestor da pasta a empresas para ouvir demandas dos funcionários e empresariado que investem em Pelotas.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Azul: diretores da Infraero virão a Pelotas

Com o apoio da senadora Ana Amélia (PP-RS), o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Pelotas, Eduardo Macluf, conseguiu nesta quinta-feira (15), em reunião na Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), avançar no processo para que a empresa Azul Linhas Aéreas opere no município. No encontro, ficou definido que em 15 dias os representantes da Infraero farão uma vistoria no Aeroporto Internacional de Pelotas e uma reunião com integrantes da Prefeitura Municipal e do Governo do Estado para apresentarem a proposta de viabilidade econômica para a operação no Município.

Com as presenças do chefe de gabinete da senadora, Marco Aurélio Ferreira, do assessor especial do presidente da Infraero, Solimar José Wickrowski, e do diretor aeroportuário, João Marcio Jordão, foi informado que não será necessária a contratação de uma brigada de incêndio para atuar por 24 horas. Inclusive, existem precedentes de casos de outros aeroportos no Brasil de porte semelhante ao de Pelotas, onde a brigada de incêndio e a equipe de segurança operam somente nos horários de pouso e decolagem.

Desta forma, a determinação para que a atuação destes profissionais ocorra por oito horas diárias reduzirá em um terço o custo da operação, viabilizando a contratação de funcionários por parte da Infraero. As demais questões, como a implantação de equipamento de Raio X, para a verificação de bagagens, e um caminhão de bombeiros, já estavam resolvidas.

Conforme Macluf, há, ainda, a possibilidade de um convênio com o governo do Estado, a exemplo de outros estados brasileiros, que viabilizaria a divisão dos custos operacionais com a brigada de incêndio, além da utilização do serviço do Corpo de Bombeiros. Para tanto, na última terça-feira (06), em encontro com o vice-governador Beto Grill, Macluf adiantou o assunto com relação a essa parceria, em que, a princípio, Grill disse não ver problemas, acrescentando que tão logo o secretário recebesse a planilha com os custos para a instalação da brigada de incêndio, a repassasse a ele, para ver a viabilidade desse convênio.

A confirmação do início das operações deve ocorrer a partir da reunião dos representantes da Infraero em Pelotas, até o final deste mês. A Azul Linhas Aéreas já enviou ofício à Infraero confirmando a intenção de disponibilizar voos no município da Zona Sul do Estado.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Macluf busca apoio para demandas do Município em Brasília


O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Eduardo Macluf está em Brasília, onde se encontrou, na tarde de hoje (14), com o deputado federal Renato Molling (PP/RS), que assumiu a coordenação da Bancada Gaúcha no Congresso Nacional. O progressista deverá estar à frente da liderança da Bancada até o final de janeiro de 2013. Macluf ainda visitou diversos parlamentares gaúchos, buscando apoio às demandas de Pelotas, especialmente as que se referem ao programa Pró-transporte, do Ministério das Cidades. No início desta noite, Macluf deverá se reunir com o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e com o deputado federal Jerônimo Goergen (PP/RS).

Conforme Macluf, Molling vai comandar a Bancada durante o período de apresentação das emendas ao Orçamento Geral da União para o estado do Rio Grande do Sul, as quais são decididas pela própria Bancada.

Na oportunidade, Macluf apresentou à Molling diversas demandas de Pelotas, tais como obras de infraestrutura e do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo o secretário, foi relatado ao novo coordenador da Bancada Gaúcha que, em breve, a Prefeitura estará encaminhando emendas ao orçamento para obras estruturantes, lembrando que o deputado progressista será um importante interlocutor do Estado do Rio Grande do Sul, junto ao Congresso Nacional.



Infraero

Ainda em Brasília, amanhã (15), às 15h, Macluf, acompanhado da senadora Ana Amélia Lemos (PP/RS), participará de uma reunião com a diretoria da Infraero, para tratar das demandas de infraestrutura do aeroporto de Pelotas, para receber voos da companhia Azul Linhas Aéreas.



Posse

Aproveitando sua estada em Brasília, Macluf participou, na manhã de hoje (14), no Palácio do Planalto, da solenidade de posse do deputado Pepe Vargas (PT/RS), como ministro do Desenvolvimento Agrário.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Pelotas pode receber indústria na área de petróleo

Eduardo Macluf e grupo de empresários.

Surpreendeu e muito positivamente. Foi com essa impressão que a comitiva de empresários do Vale do Aço de Minas Gerais deixou Pelotas ao final do dia nesta quarta-feira (7), quando vieram conhecer as potencialidades locais. A disponibilidade de recursos, o apoio do governo estadual e da prefeitura, a mão de obra especializada e a área da Chácara da Brigada Militar contaram pontos para aumentar o interesse dos representantes de cinco empresas, que podem se unir e instalar, em princípio, uma indústria para atender à demanda de petróleo e gás do polo naval de Rio Grande e futuramente criar um estaleiro.

Apesar de bastante impressionados com as condições encontradas no município, os empresários mineiros ainda vão visitar outras duas áreas que concorrem com Pelotas: uma no Espírito Santo e outra no Rio de Janeiro. A decisão, de acordo com o diretor-presidente da Viga Caldeiraria Ltda, Flaviano Gaggiato, deverá estar tomada até agosto, no máximo, pois precisa ser feita uma pré-análise dos investimentos.

A disponibilidade e a forma estruturada para receber a comitiva contaram e muito, segundo Nelson Naibert, da Rosa, Naibert Projetos & Consultoria, que está intermediando as negociações. O Rio Grande do Sul é o único estado que tem três bancos de fomento e, portanto, uma condição financeira mais pujante para apresentar, acrescentou Naibert.

A Rosa, Naibert
Embora dirigida por um gaúcho de Porto Alegre, a Rosa, Naibert tem sede estabelecida no Rio de Janeiro, onde já implantou 40 indústrias. Mais especificamente em Bom Jardim, onde estão oito, foi fixado o escritório. A partir do estabelecimento de distritos industriais também em Saquarema, com 29 empresas, a Rosa, Naibert começou a ser procurada para intermediar as negociações. Pelotas entrou nas rodadas a partir de um encontro com o secretário de Desenvolvimento e Turismo, Eduardo Macluf, em um evento no Rio de Janeiro, em maio do ano passado.

Visitas
Os empresários foram recepcionados na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo por Eduardo Macluf e de lá partiram para o roteiro de visitas. O primeiro local foi a Metalúrgica Usimec, onde o presidente Dagoberto Antunes recebeu a comitiva e fez explanação sobre o segmento na região. Com 23 anos de atividades, salientou que a empresa tem um banco de dados com 14 mil currículos, de engenheiro a auxiliares, garantindo ao empresariado a existência de mão de obra na região.

Após, o grupo mineiro foi conhecer o Porto de Pelotas e as áreas disponíveis para arrendamento. O Engenho Pedro Osório e a Chácara da Brigada Militar encerraram o trajeto de áreas de interesse. E foi justamente o último local, a área do governo estadual (Chácara da BM), que encheu os olhos da comitiva. Representando o governo do Estado, o vice-presidente da Agência de Promoção do Investimento e Desenvolvimento do Estado, Marcus Franchesi, encorajou ainda mais o grupo, fornecendo informações positivas acerca da cedência da área e licenciamento ambiental.

Reuniões com os reitores das universidades Federal e Católica de Pelotas e do Instituto Federal Sul-riograndense encerraram o roteiro da comitiva, elogiosa ao pragmatismo da academia pelotense. Para os empresários, é importante a posição das instituições de que suas portas estarão abertas a futuras demandas dos empresários.

Investimento previsto
Inicialmente, embora o grupo ainda não revele o montante de recursos previsto para investimento, a ideia é unir cinco empresas para atender à demanda de petróleo e gás do polo naval. O empreendimento deve gerar entre cem e 150 postos de trabalho diretos. A médio e longo prazo, já como estaleiro e dependendo da demanda, entre 500 e 600 empregos diretos, de acordo com informação do diretor-presidente da Viga, Flaviano Gaggiato.

Dia da Mulher

Minha esposa com meu filho.
Queria cumprimentar  todas as mulhes pelo dia 8 de março, em especial as mulheres da minha vida. Esposa, Mãe, Vó,Tias, primas, colegas de trabalho, amigas, estagiárias, funcionárias.....e todas mais.
 Em especial a minha mãe Nadya Macluf,e minha esposa Estefania  que somente depois de ser pai entendi o real papel de uma mulher na vida dos filhos, marido, e  de todos mais.
Minha mãe Nadya Macluf com Antônio Augusto.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Investidores reconhecem potencial naval de Pelotas

“Estamos tendo um feedback muito positivo. Tínhamos uma expectativa antes desta visita, que foi superada. Agora, depois de tudo que vimos, a ideia é que haja um incremento nos investimentos no Município. Estamos muito bem impressionados.” Com esta declaração, o coordenador da missão de empresários do setor naval e representante da Rosa, Naibert Projetos & Consultoria, Nelson Terres Naibert, simplificou a impressão do grupo, que visita Pelotas, desde a manhã de hoje (07), com o objetivo de investir em projetos para o setor naval no Município. O grupo almoçou com o prefeito Adolfo Antonio Fetter, que mostrou-se receptivo aos novos investidores. “Ficamos lisonjeados com o reconhecimento do potencial de Pelotas nesta área e podem estar certos de que a Prefeitura está disposta a ajudá-los em tudo o que for possível”, garantiu o chefe do Executivo.

A comitiva chegou a Pelotas por volta das 10h30 e foi recepcionada na Sala do Investidor, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SDET), onde o secretário Eduardo Macluf lhes informou acerca das áreas disponíveis para empreendimentos do setor naval, infraestrutura do Município, logística e formação de mão de obra. Conforme Macluf, que se disse otimista com a visita, por proporcionar visibilidade a Pelotas, a comitiva visitou a área da Chácara da Brigada, outra área ao lado do Porto de Pelotas e o estaleiro da empresa Oxcorp, localizado em parte da área do Engenho Pedro Osório. A visita foi acompanhada pelo superintendente do Porto de Pelotas,Jeferson Dutra.

O grupo ainda se reuniu com os reitores da UFPel, César Borges, da UCPel, José Carlos Bachettini Júnior, e do IFSul, Antônio Carlos Barum Brod.

Conforme Naibert, o grupo tem visitado outros municípios com potencial para receber projetos e investimentos na área naval, mas, segundo ele, em nenhum deles tiveram tanta receptividade e conhecimento do setor, como Pelotas. “Aqui, vocês conseguiram juntar pessoas-chave e conhecimento dentro de todas as áreas, unindo inteligências e criando o ambiente propício para receber esses investimentos”, disse Naibert, acrescentando que, a partir dessa visita, o grupo de empresários teve novas ideias, para, quem sabe, potencializar os investimentos no Município. Naibert acredita que, daqui para frente, a tendência é que as negociações evoluam gradativamente.

Para o presidente da Viga Caldeiraria Ltda, Flaviano Gaggiato, a impressão com a visita foi a melhor possível. Ele faz parte de um grupo de cinco empresários, que buscam investimentos maiores no setor naval. “Para nós foi uma surpresa muito agradável o que encontramos aqui, pois Pelotas tem suporte dos governos do Estado e do Município, e as áreas oferecidas para a instalação dos empreendimentos são ótimas, com fácil acesso ao Porto de Rio Grande”, elogiou. Segundo Gaggiato, o grupo ainda fará uma avaliação mais detalhada sobre os possíveis investimentos em Pelotas, como a viabilidade econômico-financeira, e acredita que em meados de junho ou julho os empresários devam estar com a decisão tomada.

O vice-presidente da Agência de Promoção do Investimento e Desenvolvimento do Estado do RS (AGDI/RS), Marco Franceschi, que representou o secretário estadual do Desenvolvimento e Promoção do Investimento, Mauro Knijnik, disse que Pelotas tem todas as características para receber investimentos no setor naval: material humano, técnico e educacional. “O governo do Estado fará tudo que estiver a seu alcance para que os investimentos do setor naval em Pelotas sejam concretizados”, afirmou.

A empresa Rosa, Naibert Projetos e Consultoria, especializada em soluções corporativas nas áreas de fusões e aquisições, projetos, entre outros, de viabilidade econômico-financeira e de consultoria naval, destacou Pelotas como uma das áreas aptas a receber projetos e investimentos no setor naval. De acordo com estudo de avaliação feito pela empresa, 500 hectares de áreas no Rio Grande do Sul estão aptas a receber projetos e investimentos navais.

Pelotas, conforme, avaliação da Rosa, Naibert, que presta consultoria e representa grupos empresariais americanos e suecos, além de grupos nacionais, estaria habilitada ao aporte de investimentos de empresas que disputam licitações para a montagem de módulos de plataformas para a Petrobras. De acordo com Macluf, que esteve reunido em três oportunidades com o consultor da empresa, Nelson Naibert, apresentando as potencialidades de Pelotas e discutindo a implantação do polo naval complementar no Município, esta avaliação é fruto da representação de Pelotas no 23º Café com Energia, promovido pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Sistema Firjan), em maio de 2011, no Rio de Janeiro.

Macluf, que acompanhou o governador Tarso Genro e comitiva no evento, ressaltou que Pelotas foi o único município gaúcho representado na ocasião, fato que oportunizou visibilidade das potencialidades de Pelotas para prospecção de novos investimentos.


A comitiva que visitou o Município contou com as seguintes pessoas:

- Anízio Tavares Filho, presidente da ATA Indústria Mecânica Ltda.

- Ailton Duarte, presidente da CMI Montagem Industrial

- Antônio José Moreira, diretor industrial da FACEME LTDA.

- Flaviano Gaggiato, presidente da Viga Caldeiraria Ltda. e Adriano Gaggiato, diretor Comercial

- Augusto César, da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais

- Celso Bueno, representante no Brasil, do Estaleiro Cingapura

- Daniel Andreotti, da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS)

- Nelson Terres Naibert, Cristiano Santos de Castro e Antônio Moraes Fernandes, da Rosa, Naibert Projetos & Consultoria

- Vice-presidente da Agência de Promoção do Investimento e Desenvolvimento do Estado do RS (AGDI/RS), Marco Franceschi

Notícias do filme O tempo e o Vento

 


Ano:2012


Ano:2011

terça-feira, 6 de março de 2012

Empresários visitam Pelotas na quarta-feira

Empresários do setor naval estarão em Pelotas na próxima quarta-feira (7), quando se reunirão com o prefeito Fetter Júnior, às 14h30min, no paço municipal, além de visitarem áreas do município, tais como a Chácara da Brigada, o Porto de Pelotas e o Engenho Pedro Osório. O grupo será recepcionado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SDET), Eduardo Macluf, na Sala do Investidor, que vai apresentar à comitiva informações, como localização das áreas, infraestrutura do município, logística, universidades, formação de mão de obra, banco de dados, entre outros.

A chegada do grupo a Pelotas está prevista para às 10h, com recepção na SDET, logo após, às 10h30min, o grupo deve visitar a Chácara da Brigada; às 11h, os empresários vão ao Porto de Pelotas; às 11h30min, o grupo conhecerá a área do Engenho Pedro Osório; às 12h, está prevista visita a empreendimentos do município; às 12h30min, almoço em uma churrascaria; e reuniões, às 14h30min, com o prefeito Fetter; às 15h30, com o reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), César Borges; às 16h45min, com o reitor da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), José Carlos Bachettini Júnior, e, às 18h, com o reitor do Instituto Federal Sul-riograndense (IF-Sul), Antônio Carlos Barum Brod.

Viabilidade
A empresa Rosa, Naibert Projetos e Consultoria, especializada em soluções corporativas nas áreas de fusões e aquisições, projetos, entre outros, de viabilidade econômico-financeira e de consultoria naval, destacou Pelotas como uma das áreas aptas a receber projetos e investimentos no setor naval. De acordo com estudo de avaliação feito pela empresa, 500 hectares de áreas no Rio Grande do Sul estão aptas a receber projetos e investimentos navais.

Pelotas, conforme, avaliação da Rosa, Naibert, que presta consultoria e representa grupos empresariais americanos e suecos, além de grupos nacionais, estaria habilitada ao aporte de investimentos de empresas que disputam licitações para a montagem de módulos de plataformas para a Petrobras. Conforme Macluf, que esteve reunido em três oportunidades com o consultor da empresa, Nalson Naibert, apresentando as potencialidades de Pelotas e discutindo a implantação do polo naval complementar no município, esta avaliação é fruto da representação de Pelotas no 23º Café com Energia, promovido pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Sistema Firjan), em maio de 2011, no Rio de Janeiro.

Prospecção

Macluf, que acompanhou o governador Tarso Genro e comitiva no evento, ressaltou que Pelotas foi o único município gaúcho representado na ocasião, fato que oportunizou visibilidade das potencialidades de Pelotas para prospecção de novos investimentos.

Confira quem faz parte da comitiva

- Anízio Tavares Filho, presidente da ATA Indústria Mecânica Ltda.
- Ailton Duarte, presidente da CMI Montagem Industrial
- Antônio José Moreira, diretor industrial da FACEME LTDA.
- Flaviano Gaggiato, presidente da Viga Caldeiraria Ltda. e Adriano Gaggiato, diretor Comercial.
- Augusto César, da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais.
- Celso Bueno, representante no Brasil, do Estaleiro Cingapura.
- Daniel Andreotti, da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS).
- Nelson Terres Naibert, Cristiano Santos de Castro e Antônio Moraes Fernandes, da Rosa, Naibert Projetos & Consultoria.
- Vice-presidente da Agência de Promoção do Investimento e Desenvolvimento do Estado do RS (AGDI/RS), Marcus Franchesi, que vem a convite do Secrteario Macluf, representando o Secretario Mauro Kinijinick.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Diretor de Fotografia de “ A Rainha” vai filmar “ O Tempo e o Vento” em Pelotas

Affonso Beato esteve em Pelotas neste final de semana. Ele vai passar a segunda-feira em Bagé, e depois 10 dias no Rio de Janeiro. A partir daí retornará a Pelotas, para uma jornada de trabalho de 10 dias na Princesa do Sul. Ele é celebridade internacional. Brasileiro, nascido no Rio de Janeiro em 1941, iniciou sua carreira em 1960, na condição de diretor de fotografia de O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro, de Glauber Rocha. A carreira internacional começou em 1970, ao lado de Pedro Almodóvar. Ele foi diretor de fotografia de Todo sobre mi madre; la flor de mi secreto; e carne trêmula.
Em Hollywood, filmou com Walter Salles Dark Water ( água negra). Ele estudou na Escola Nacional de Belas Artes do Rio, e nos últimos 30 anos se divide entre o Brasil e os EUA. Seu sucesso em The Queen, ( A Rainha), filmado em Londres, o tornou uma celebridade mundial. Affonso Beato, escolhido pelo Diretor Geral Jayme Monjardim, será o Diretor de Fotografia de “ O Tempo e o Vento”, cujas filmagens serão iniciadas na segunda quinzena de março, em Pelotas e em Bagé. O esforço para trazer “ O Tempo e o Vento” para Pelotas se deve ao Secretário Eduardo Macluff e a Fábio Castro Neves, que desde dezembro de 2010 vem mantendo contatos com Monjardim, no sentido de garantir a Princesa do Sul no roteiro das filmagens. A atriz Fernanda Montenegro chegará no próximo dia 26 de março, devendo permanecer 8 dias em Pelotas.
Affonso Beato, Diretor de “ O Tempo e o Vento”, foi Presidente da Associação Brasileira de Cinematografia entre 2004/2005. Brilhou em inúmeras produções cinematográficas, tais como: Noite de Tomenta, O Amor nos Tempos do Cólera, A Rainha, Água Negra, Resistindo às Tentações, Deus é Brasileiro, Jogo de Sedução, Voando Alto, Orfeu, Mil e Uma, A Flor do Meu Segredo, A Fera do Rock, Acerto de Contas, Para Viver um Grande Amor, Pindorama, Copacabana me Engana, Viagem ao Fim do Mundo, O Bravo Guerreiro, Cara a Cara, Memória do Cangaço, O Circo, Domingo.

A RAINHA
Para expressar e resgatar o clima daquele período, em Londres, Affonso Beato disse à Presidente do Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro, Myrna Silveira Brandão, que utilizou três formas para fotografar: as cenas da família real foram feitas de uma maneira mais formal, em 35 mm com a câmera no tripé. Já as seqüências com o Primeiro-Ministro Tony Blair – que se passavam em Londres – foram feitas em super 16 com a câmera na mão e muito mais ação.E nas cenas que envolviam diversos
momentos com a mídia, foram utilizados muitos arquivos de TV, antes e depois do acidente.

Definidos mais detalhes sobre as filmagens de O tempo e o vento

O coprodutor do filme O tempo e o vento, que começará a ser gravado na cidade no dia 26 de março, esteve reunido com o titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sdet), Eduardo Macluf, junto a professores e alunos do curso de Cinema da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) para combinar detalhes sobre as filmagens.

As filmagens serão feitas durante 11 dias em Pelotas e já há uma equipe cenotécnica de dez pessoas preparando um casarão localizado às margens do arroio Pelotas. Trata-se da Charqueada da Costa, antiga propriedade de Joaquim José Assumpção, o Barão de Jarau, local que já serviu de cenário para o filme Concerto campestre, dirigido por Henrique de Freitas Lima, em 2004.

A equipe de produção é reconhecida por diferentes atuações. Entre os especialistas está o diretor de fotografia Affonso Beato. Além da participação dos atores consagrados como Thiago Lacerda e Fernanda Montenegro, a grande novidade é a participação da atriz Marjorie Estiano, que interpretará a personagem Bibiana quando jovem.

De acordo com o coprodutor do longa Beto Rodrigues, o filme não está com a captação de recursos fechada e nem as parcerias. Para os parceiros, o melhor que um filme tem a oferecer é a multiplicação da imagem, da marca. O orçamento gira em torno de R$ 11 milhões. Terá apenas uma cena externa e o resto será gravado no interior do sobrado histórico.

A trilogia O tempo e o vento do escritor Erico Verissimo é considerada uma obra definitiva do Rio Grande do Sul e uma das mais importantes do Brasil. Beto também fez questão de acrescentar que há uma necessidade muito grande de defender os interesses da cidade. “Pelotas é uma espécie de espinha dorsal do filme”, explica ao se referir que o início do filme será na cidade e as principais cenas, como a que a atriz Fernanda Montenegro irá atuar, serão gravadas aqui. Depois, as filmagens prosseguem nos municípios de Candiota e Bagé.

Por: Letícia Schinestsckleticias@diariopopular.com.br

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Equipe de O tempo e o vento se instala em Pelotas

A cidade fictícia de Santa Fé está cada vez mais próxima de Pelotas. Nesta semana, a primeira equipe de produção do longa-metragem O tempo e o vento, baseado no romance homônimo de Érico Veríssimo, começa a chegar a cidade. A missão dos primeiros enviados do diretor Jayme Monjardim é preparar o terreno para as filmagens previstas para começar no dia 26 de março. Eles devem permanecer aqui por cerca de 40 dias.

Para promover interação dos recém-chegados com os cineastas e fornecedores locais, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sdet) fará duas reuniões nesta terça-feira (28). O produtor Beto Rodrigues, da Panda Filmes, receberá às 17h30min professores e estudantes do curso de Cinema e Animação da Universidade Federal de Pelotas. Às 18h30min será a vez das empresas que queiram oferecer serviços necessários às gravações como acomodação, alimentação e logística. "Queremos que a maioria dos fornecedores contratados seja de Pelotas para que o investimento do filme possa ficar aqui", explica o secretário Eduardo Macluf. Segundo ele, pelo menos R$ 150 mil serão gastos pela produção no período.

Para os envolvidos com a sétima arte também há boa possibilidade de intercâmbio com a equipe, que contará com nomes importantes para o audiovisual brasileiro e internacional. O diretor de fotografia do longa, por exemplo, será o carioca radicado em Hollywood Afonso Beato que já atuou em filmes como A rainha, de Stephen Frears, e Tudo sobre minha mãe, de Pedro Almodóvar.

Os dois encontros serão realizados na própria Sdet, rua Félix da Cunha, 603. Ambos são abertos a todos interessados e não dependem de pré-inscrição.

Macluf recebe o produtor do filme "O tempo e o Vento"

Hoje, 28, ás 18h30, na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, rua Felix da Cunha, 303, o secretário Eduardo Macluf, o superintendente de Turismo Fábio Castro Neves e o produtor do filme “ O Tempo e o Vento” Beto Rodrigues, se reunirão com empresários e fornecedores de serviços e produtos na área de hotelaria, de alimentos e restaurantes, locação de veículos e vans, banheiros químicos, montagem de toldos e lonas, transportadoras e ferragens, para levantamento de custos para a locação do filme em Pelotas.

O objetivo da reunião é apresentar aos fornecedores as necessidades da produção do filme e proporcionar a realização de negócios. “Além das locações em Pelotas e os benefícios que teremos com a divulgação da nossa cidade estamos proporcionando oportunidades de negócios para os fornecedores locais”, comenta o secretario Eduardo Macluf.

Além do encontro com fornecedores, também deve ocorrer uma reunião com professores e alunos da Faculdade de Cinema da UFPEL.“É uma ótima oportunidade para troca de experiências, pois durante o período da produção vamos receber profissionais com larga experiência no Brasil e no exterior, como o diretor Jayme Monjardim e o diretor de Fotografia Affonso Beato”, diz Macluf , ressaltando que foi realizada uma reunião com os produtores e direção onde estes se dispuseram a realizar encontros com acadêmicos de cinema e utilizar mão-de-obra local.

Nesta final de semana esteve em Pelotas o diretor de Fotografia do Filme Affonso Beato e o produtor Beto Rodrigues. Amanhâ, além do produtor que retorna à cidade para reunião na SDET, também chegam 10 pessoas que vão iniciar o trabalho de adaptação do sobrado que será utilizado nas filmagens

A trilogia “O Tempo e o vento” do escritor Érico Veríssimo é considerada uma obra definitiva do Rio grande do Sul e uma das mais importantes do Brasil.

As filmagens iniciam em Pelotas e depois prosseguem nos municípios de Candiota e Bagé.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Pelotas consegue quase duas mil vagas para cursos pelo Pronatec

Foi oficializado hoje (24) pela manhã, no Salão Nobre, no Paço Municipal, o anúncio das 1956 vagas disponibilizadas para cursos de qualificação pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), onde estiveram presentes e conduziram a cerimônia o secretario de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Eduardo Macluf, a secretaria de Cidadania e Assistência Social, Berenice Nunes, e a delegada Regional do Trabalho, Kenia Pinheiro.

         O projeto, que vem sendo administrado há vários meses, em busca de parcerias e recursos, se consolidou nesta sexta-feira por meio de parceria entre a Prefeitura Municipal de Pelotas, Sistema Nacional de Emprego (Sine) e Ministério do Trabalho, visando promover a empregabilidade e desenvolver melhor qualidade de vida para as pessoas que buscam uma qualificação.

         “Para a delegada Kenia, o programa, basicamente, possibilitará a inclusão produtiva das pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, ofertando uma oportunidade de se qualificarem tecnicamente”.

Os cursos vem sendo oferecidos pelo SENAI, SEST SENAT e SENAC (listagem abaixo), com início das inscrições no dia 1º de março até 31 do mesmo mês, podendo ser feitas nos CRA’s (descentralização do cadastro único) e na Secretaria de Cidadania, localizada na rua Marechal Deodoro ,404. Os pré-requisitos para se inscrever nas turmas é pertencer a famílias de até três salários mínimos e estar cadastrado no CadÚnico.

Berenice garante ser um grande projeto, pois é uma forma de gerar emprego e dar acesso ao ensino técnico para pessoas de baixa renda e que necessitam de qualificação, “um dos objetivos desse projeto é que as pessoas passem a ter sua própria renda e consigam ter uma vida melhor, deixando assim de utilizar o Bolsa Família, que é um projeto emergencial”, concluiu.

O desenvolvimento da Zona Sul influencia muito nesse processo. “O polo naval, que esta consolidado no Rio Grande do Sul, particularmente na Zona Sul do Estado e em expanção, faz com que tenhamos  necessidade de qualificação de mão de obra em atividades com pouca demanda até então nos municípios da Zona Sul, como soldadores, por exemplo. Além de outras atividades como construção Civil, serviços que fazem parte da nossa economia. O PRONATEC nos possibilita isso, pois estamos em um momento de crescimento econômico, oportunizando a inclusão produtiva de homens e mulheres que se encontrão em vulnerabilidade social ”, complementou Macluf.

Confira a listagem dos cursos:

Iniciados em Abril:
Montagem e Manutenção de Computadores (SENAC) – 19 vagas

Manicure e Pedicure (SENAC) – 20 vagas

Balconista de farmácia (SENAC) – 26 vagas

Operador de caixa (SENAC) – 29 vagas

Operador de supermercado (SENAC) – 22 vagas

Auxiliar de credito e cobrança (SENAC) – 20 vagas

Ajudante de obras (SENAI) – 25 vagas

Eletricista instalador predial de baixa tensão (SENAI) – 25 vagas

Mecânico de manutenção de maquinas (SENAI) – 25 vagas

Torneiro mecânico (SENAI) – 12 vagas

Serralheiro de matérias não ferrosos – 16 vagas

Iniciados em Maio:

Montagem e Manutenção de Computadores (SENAC) – 19 vagas

Vendedor (SENAC) – 25 vagas

Monitor de recreação (SENAC) – 25 vagas

Ajudante de obras (SENAI) – 25 vagas

Ajustador mecânico (SENAI) – 25 vagas

Almoxarife de obras (SENAI) – 25 vagas

Aplicador de revestimento cerâmico (SENAI) – 25 vagas

Soldador no processo eletrodo revestido aço carbono e aço baixa liga (SENAI) – 16 vagas

Armador de ferragem (SENAI) – 25 vagas

Encanador instalador predial (SENAI) – 25 vagas

Iniciados em Junho:

Montagem e Manutenção de Computadores (SENAC) – 19 vagas

Recepcionista (SENAC) – 27 vagas

Camareira em meios de hospedagem (SENAC) – 16 vagas

Auxiliar administrativo (SENAC) – 24 vagas

Cuidador de idosos (SENAC) – 30 vagas

Fresador mecânico (SENAC) – 16 vagas

Iniciados em Julho:
Balconista de farmácia (SENAC) – 26 vagas

Vendedor (SENAC) – 25 vagas

Camareira em meios de hospedagem (SENAC) – 16 vagas

Promotor de vendas (SENAC) – 22 vagas

Auxiliar de credito e cobrança (SENAC) – 20 vagas

Pedreiro de alvenaria (SENAI) – 25 vagas

Ajudante de obras (SENAI) – 25 vagas

Eletricista industrial (SENAI) – 25 vagas

Auxiliar administrativo (SENAI) – 25 vagas

Iniciados em Agosto:

Manicure e Pedicure (SENAC) – 20 vagas

Monitor de recreação (SENAC) – 23 vagas

Recepcionista (SENAC) – 27 vagas

Cabeleireiro (SENAC) – 16 vagas

Camareira em meios de hospedagem (SENAC) – 16 vagas

Auxiliar administrativo (SENAC) – 24 vagas

Torneiro mecânico (SENAI) – 12 vagas

Auxiliar de operações em logística (SENAI) – 25 vagas

Carpinteiro de obras (SENAI) – 25 vagas

Ajudante de obras (SENAI) – 25 vagas

Soldador no processo tig em aço (SENAI) – 16 vagas

Iniciados em Setembro:

Montagem e Manutenção de Computadores (SENAC) – 21 vagas

Balconista de farmácia (SENAC) – 26 vagas

Recepcionista (SENAC) – 27 vagas

Promotor de vendas (SENAC) – 22 vagas

Pintor de obras (SENAI) – 25 vagas

Iniciados em Outubro:

Vendedor (SENAC) – 25 vagas

Recepcionista (SENAC) – 30 vagas

Auxiliar de crédito e cobrança (SENAC) – 20 vagas

Auxiliar administrativo (SENAC) – 25 vagas

Cuidador de idosos (SENAC) – 30 vagas

Almoxarife (SENAI) – 25 vagas

Gesseiro (SENAI) – 25 vagas

Soldador no processo mig/mag (SENAI) – 16 vagas

Iniciados em Novembro:

Monitor de recreação (SENAC) – 24 vagas

Camareira em meios de hospedagem (SENAC) – 16 vagas

Padeiro/Confeiteiro (SENAC) – 20 vagas

Operador de supermercado (SENAC) – 22 vagas

Operador de caixa (SENAC) – 29 vagas

Iniciados em Dezembro:

Balconista de farmácia (SENAC) – 29 vagas

Cuidador de idosos (SENAC) – 30 vagas

Operador de caixa (SENAC) – 31 vagas

Vendedor (SENAC) – 25 vagas


Os pré-requisitos, turnos, períodos e carga horária variam de acordo com os cursos, e podem ser consultados pelo telefone da SMCas, 3309-3646.