sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Agradecimento e Feliz Ano Novo!

Prezados amigos,

Ao assumir como Secretário de Estado a pasta da Ciência e Tecnologia, atendendo ao chamado da governadora Yeda Crusius, pensei na oportunidade de contribuir com meu trabalho para o crescimento do Estado e particularmente da minha cidade.

Me ausentei das minhas atividades na câmara municipal de Pelotas, por pouco mais de quatro meses, um período que foi particularmente importante para a minha vida profissional e política.

À frente de uma equipe pequena, mas eficiente da Secretaria pude dar andamento a alguns projetos e concluir outros tantos, destacando-se entre eles os referentes ao PGtec - Programa de Parques Científicos e Tecnológicos, e o Pró-Inovação/RS, ambos instituídos a partir da Lei de Inovação, criada neste governo.

Foram poucos meses, mas de intensa atividade. O Programa de Apoio aos Pólos de Inovação Tecnológica da secretaria continuará certamente a ser referência para outros Estados, assim como o é a Rede Petro/RS, outro programa da SCT, na área do petróleo, gás e energias alternativas.

Inauguramos a Internet banda larga nos serviços públicos estaduais e municipais de Cândiota, projeto pioneiro no Estado e vimos a implantação bem-sucedida de convênios entre as Secretarias da Ciência e Tecnologia, Saúde e Fundação Instituto de Cardiologia e, ainda, com o Incolo - Instituto de Prevenção do Câncer do Colo do Útero para programas de capacitação profissional dentro do projeto de Telemedicina/Telessaúde.

Todas as ações deste período de alguma maneira repercutiram favoravelmente no Interior gaúcho. Efetuamos novas parcerias, revitalizamos outras. Foi um período de aprendizado e de troca de experiências, do qual tive orgulho de participar.

Quero dizer a você, que me seguiu pelas redes sociais e que acompanhou a divulgação do meu trabalho através dos meios convencionais de comunicação, que honrei meus compromissos e continuo contando com seu apoio para prosseguir com meus projetos de busca do crescimento de Pelotas e da minha região e da valorização de cada cidadão.

Agradeço, mais uma vez o apoio e a confiança que você depositou em mim, aproveito para desejar um 2011 repleto de realizações.

Eduardo Macluf

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Aviso

Comunicamos que  pessoas não autorizadas acessaram o Blog. Estamos verificando o que ocorreu. Para tanto, solicitamos que desconsiderem mensagens enviadas e matérias que não estejam relacionadas com a divulgação das atividades de Eduardo Macluf. O Blog tem como finalidade a publicação de matérias , não utilizamos esta ferramenta para enviar mensagens.  

Município é referência em Rede Banda Larga de Telecomunicações


O governo do Estado, através da Secretaria da Ciência e Tecnologia, em parceria com CEEE, Procergs e o município de Candiota inauguraram, nesta terça-feira (28/12), o projeto “Candiota Digital” no âmbito das ações do Projeto Estruturante Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e Redes de Convergência, que prevê a implantação de Rede Banda Larga de Telecomunicações. O Projeto está orçado em R$ 844.686,34.

O Candiota Digital atenderá 27 pontos, utilizando tecnologias como fibras ópticas e rádios digitais para o tráfego de serviços públicos estaduais e municipais, visando promover e ampliar a conectividade, no atendimento a escolas, postos de saúde, hospitais, Bombeiros, Polícia Civil, Brigada Militar, assim como os demais órgãos da administração pública municipal e estadual.

Na oportunidade, foi assinado o Termo de Adesão-Cooperação de Candiota ao projeto Centro Tele-ECG, que é resultado de convênios entre as secretarias da Saúde, Ciência e Tecnologia e Fundação Universitária de Cardiologia para possibilitar o atendimento à distância de pacientes com diagnóstico de enfarto agudo e outras emergências cardiovasculares, nas localidades de difícil acesso no interior gaúcho e que não dispõem de serviços de urgência no setor.

Segundo o prefeito de Candiota, Luiz Carlos Folador, o projeto possibilitará melhorias na prestação de serviços públicos à comunidade. “Essa conquista traz inovações para Candiota como a possibilidade de execução do projeto do Centro Tele-ECG, que possibilita o atendimento à distância de pacientes com diagnóstico de emergências cardiovasculares”, ponderou.

O coordenador da Divisão de Telecomunicações da CEEE, Guilherme Mertens Filho, lembrou que a Companhia Estadual de Energia Eletrética tem tradição na realização de projetos que beneficiam à população. “O município terá transmissão eficiente de dados, voz e vídeo em tempo real”, observou.

Para o diretor-presidente da Viksul Telecomunicações Comércio e Serviços Ltda, Antoninho Nicolodi, empresa que venceu a licitação para a execução do Candiota Digital, o projeto é desafiador e único. “Candiota conta com infraestrutura básica para o futuro que são as Cidades Digitais. Com 100% de tecnologia desenvolvida no Rio Grande do Sul, está apta a qualificar seus serviços públicos”, afirmou.

Para o secretário Eduardo Macluf, Ciência e Tecnologia, o município de Candiota ganha um projeto pioneiro. “E o primeiro município digital do Rio Grande e do Brasil. Candiota terá uma rede banda larga de alta velocidade que fará a integração de serviços públicos municipais e estaduais oferecidos à população do meio rural e urbano”, finalizou.

Estado libera R$ 1,53 milhão em convênios nas áreas de ciência e tecnologia

O Estado do Rio Grande do Sul, com interveniência de sua Secretaria da Ciência e Tecnologia assinou, nesta quarta-feira (29/12), dois (2) convênios referentes à Consulta Popular 2009/2010 e dois (2) convênios oriundos do Termo de Referência 01/2010, no âmbito das ações do Programa Estruturante Polo Tecnológico Estadual, vinculado ao Programa de Apoio aos Polos de Inovação Tecnológica da SCT.

O Programa de Apoio aos Polos de Inovação Tecnológica foi criado pela Secretaria da Ciência e Tecnologia, em 1989, para estimular a integração entre Universidades e centros de pesquisa com o setor produtivo, objetivando o desenvolvimento de tecnologias adequadas às diferentes regiões do RS.

Eis os convênios:

1) Junto à Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI– Campos São Luiz Gonzaga e sua entidade mantenedora, Fundação Regional Integrada – Furi, para a execução do projeto “Neutralizador para Álcool Etílico Hidratado”, oriundo do Termo de Referência 01/2010, dando continuidade às ações do Polo de Modernização Tecnológica das Missões. O Estado liberará à Fundação R$ 288.193,74, com contrapartida prevista em cláusula do convênio de R$ 55.176,12. O convênio está orçado no valor de R$ 343.369,86.

2) Com a Universidade de Caxias do Sul – UCS e sua mantenedora, Fundação Universidade de Caxias do Sul, para a realização do projeto “Processamento Cerâmico a Seco” e “Ações para Melhoria Tecnológica da Citricultura do Vale do Caí”, vinculado ao Polo de Inovação Tecnológica em implementação no Vale do Caí. O Estado repassará à Fundação R$ 921.491,00, com contrapartida da Universidade de R$ 1.044.675,34. O Valor total do convênio é de R$ 1.966.166,34.

3) Junto à Universidade Feevale e sua entidade mantenedora, Associação Pró-Ensino Superior em Novo Hamburgo – ASPEUR, para a execução dos projetos “Desenvolvimento de um sistema piloto de nanotecnologia para tratamento de efluente industrial” e “Desenvolvimento de material têxtil com propriedades contra vetores domésticos”, oriundos do Termo de Referência 01/2010, dando continuidade às ações do Polo de Inovação Tecnológica do Vale do Rio dos Sinos. O Estado liberará à Associação R$ 229.944,64, com contrapartida prevista em cláusula do convênio de R$ 281.835,76. O convênio está orçado no valor de R$ 511.780,40.

4) Com a Universidade Federal de Pelotas – UFPEL, para a realização do projeto “Agregação de Valor na Cadeia Produtiva do Arroz com o Desenvolvimento de Produtos Industriais Especiais”, dando continuidade ao Programa do Polo Tecnológico de Alimentos da Região Sul. O Estado repassará à Universidade R$ 100.000,00, com contrapartida da Instituição prevista na cláusula do convênio de R$ 127.680,00. O Valor total do convênio é de R$ 227.680,00.

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, saudou a parceria entre as universidades gaúchas e a SCT. “Com estes recursos, as pesquisas para o desenvolvimento ganham força no Rio Grande do Sul. São investimentos que vêm beneficiar diretamente as diversas regiões, promovendo a diversificação da economia gaúcha”, afirmou Macluf.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

PGtec libera R$ 309.601,33 ao Tecnosinos

O Estado do Rio Grande do Sul, com interveniência de sua secretaria da Ciência e Tecnologia, a Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos e sua mantenedora Associação Antonio Vieira assinaram, na última quinta-feira (23/12), o convênio para a liberação de recursos do PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológico, no valor de R$ 309.601,33. O valor total do projeto é de R$ 518.412,52.


Através da execução do projeto “Criação de Competência para Inovação Tecnológica e Inserção Internacional das Empresas do Tecnosinos” , o Parque Tecnológico de São Leopoldo pretende adequar infraestrutura e capacitação de recursos humanos, empresários e gestores do Tecnosinos em processos de internacionalização de empresas, gestão, inovação e tecnologias específicas.

Com os recursos, o Tecnosinos espera viabilizar um conjunto de iniciativas que integrem demandas entre Universidade-Empresas, na criação de competências para inovação tecnológica e inserção das empresas no mercado internacional.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

PGtec concede R$ 1.111.496,66 ao VALETEC

O Estado do Rio Grande do Sul, com interveniência de sua secretaria da Ciência e Tecnologia, a Universidade Feevale e a Associação de Desenvolvimento Tecnológico do Vale – VALETEC assinaram, nesta quinta-feira (23/12), o convênio para a liberação de recursos do PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológico, no valor de R$ 1.111.496,66.

Os recursos destinam-se a implantação do Laboratório de Condutividade Térmica e do Laboratório de Simulação de Materiais, de uso comum, para atender as demandas da área de caracterização e desenvolvimento de novos materiais voltados para o agronegócio, biotecnologia, couro e calçados.

Com o projeto Expansão e Consolidação do VALETEC – Área de Materiais e de Software, o Parque Tecnológico do Vale do Rio dos Sinos pretende capacitar gestores, pesquisadores e empresas da região em gestão da inovação tecnológica e organizacional, assim como capacitar as empresas instaladas no complexo para que melhorem os processos de produção de software, com base num modelo de referência internacional, viabizando a internaciolanização de produtos e serviços.

Para o secretário Eduardo Macluf, Ciência e Tecnologia, o PGtec foi instituído neste governo para apoiar parques implantados ou em implantação, com a finalidade de integrar o desenvolvimento científico e tecnológico com a Política de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado. “A inovação é a base desta política, para que se possa buscar um crescimento econômico equilibrado para o Rio Grande do Sul, ficamos muito contentes em celebrar este acordo com Tecnopuc, que é referência nacional e internacional", afirmou Macluf.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Parque Ecotecnológico do Vale do Caí

O Estado do Rio Grande do Sul, por intermédio de suas secretarias, Ciência e Tecnologia e Obras Públicas, a Universidade de Caxias do Sul – UCS e sua mantenedora Fundação Universidade de Caxias do Sul – FUCS assinaram, nesta quarta-feira (22/12), o convênio para a liberação de recursos do PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológico, no valor de R$ 1.030.286,41. O valor total do projeto é de R$ 1,45 milhão, com contrapartida da UCS de R$ 440.442,00.

O aporte destinado ao projeto Produtos Cerâmicos Regionais Inovadores pretende viabilizar a instalação do laboratório de Tecnologia Cerâmica, que fará uso de tecnologia de ponta (via seca), no desenvolvimento de pavimento cerâmico não esmaltado e telha cerâmica extrudada, aproveitando matérias-primas de empresas cerâmicas sediadas na região e no próprio Parque Tecnológico.

Na oportunidade, foi assinado o protocolo de intenções que oficializa o Polo de Inovação Tecnológica do Vale do Caí, entre o Estado do Rio Grande do Sul, com a interveniência da Secretaria da Ciência e Tecnologia, as Unidades Executoras do Polo (UCS e UNISC) e os vinte municípios que formam a região. Durante o evento foi apresentada uma carta de solicitação para inserção da Universidade Feevale como Unidade Executora, com a anuência dos municípios envolvidos.

O prefeito de Bom Princípio, Jacob Nestor Seibel, salientou a importância da parceria com o Governo do Estado no aporte de recursos para o Parque Ecotecnológico. Seibel, falou em nome dos demais prefeitos. “A implantação do Polo de Inovação Tecnológica é uma oportunidade para o desenvolvimento dos municípios e região”, ponderou.

Segundo o reitor da Universidade de Caxias do Sul – UCS, Izidoro Zorzi, a região recebe o incentivo do Parque Tecnológico e do Polo de Inovação, como um desafio para desenvolver a qualidade de vida dos cidadãos e impulsionar a economia. “A articulação entre os setores público, privado e acadêmio produzem importantes conquistas como estas”, obervou.

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, comemou os dois atos de assintura de convênios. “O Rio Grande do Sul é referência em Programa de Polos de Inovação Tecnológica. Hoje, assinamos a constituição do 25º”. Macluf lembrou que a demanda era um desejo regional há mais de oito anos. “Este momento é histórico. O convênio do PGtec, e a implantação do Polo de Inovação do Vale do Caí certamente irão impulsionar a economia do Vale do Caí”, finalizou.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Feliz Natal!

                                                                                                                                        Natal /2010

PGtec concede R$ 1.578.902 para o Tecnopuc

O Estado do Rio Grande do Sul, por intermédio da sua Secretaria da Ciência e Tecnologia, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS e a União Brasileira de Educação e Assistência (Ubea) assinaram, nesta terça-feira (21/12), o convênio para a liberação de recursos do PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológico, no valor de R$ 1.578.902,00, entre investimento e custeio. O valor total do projeto está orçado em R$ 2.06 milhões.

Os recursos destinam-se à adequação e aperfeiçoamento de espaços físicos para instalação de Laborátorios de Prototipagem de Produtos e Comunicação no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS. Com o projeto Global Tecnopuc, pretende-se qualificar empresas, empresários e gestores do Parque para atuarem no mercado internacional. Atualmente, o complexo abriga 66 organizações, sendo 48 empresas, oito entidades e dez estruturas de pesquisa que, juntas, somam mais de 3,5 mil postos de trabalho.

Para o secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, o PGtec foi instituído neste governo para apoiar parques implantados ou em implantação, com a finalidade de integrar o desenvolvimento científico e tecnológico com a Política de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado. “A inovação é a base desta política, para que se possa buscar um crescimento econômico equilibrado para o Rio Grande do Sul, ficamos muito contentes em celebrar este acordo com Tecnopuc, que é referência nacional e internacional", afirmou Macluf.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da PUC-RS, Jorge Audy, lembrou que este é o primeiro aporte não reembolsável repassado ao Tecnopuc. “Apartir da regulamentação de alguns capítulos da Lei de Inovação foi possível buscar junto à Secretaria da Ciência e Tecnologia parcerias para investimentos no Parque”, declarou Audy.

Segundo o diretor do Tecnopuc, Prof. Roberto Astor Moschetta, a Lei de Inovação criou uma base sólida para se trabalhar continuamente o ambiente de inovação. “O PGtec terá relevância na consolidação do desenvolvimento futuro do Tecnopuc e de outros parques tecnológicos em nosso Estado”, observou Moschetta.

Governo libera R$ 1,1 milhão para Parque Regional em Santa Cruz do Sul

O primeiro convênio para a liberação de recursos do PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológico, no valor de R$ 1,1 milhão, foi assinado, nesta quinta-feira (16/12), entre o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria da Ciência e Tecnologia, e a Universidade de Santa Cruz do Sul.

Os recursos destinam-se à execução da primeira fase do projeto para implantação do Parque Científico e Tecnológico Regional, contemplando as obras de construção do Centro de Excelência em Produtos e Processos Oleoquímicos e Biotecnológicos. O valor total do projeto é de R$ 1.599.022,02.

O reitor da UNISC, professor Vilmar Thomé, disse estar celebrando um acontecimento da maior importância para a região. “Há pelo menos 15 anos já falávamos na construção do parque e com o apoio e sinergia identificada entre os governos do Estado, Municipal e Federal, de empresários, entre outras parcerias, conseguimos finalmente levar adiante nosso projeto de ter um parque atuando em várias áreas para o desenvolvimento de atividades inovadoras em produtos, processos e serviços”.

Para o secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, o PGtec foi instituído neste governo para apoiar parques implantados ou em implantação, com a finalidade de integrar o desenvolvimento científico e tecnológico com a Política de Desenvolvimento Econômico e Social do Estado. “A inovação é a base desta política, para que se possa buscar um crescimento econômico equilibrado para o Rio Grande do Sul”, afirma. O PGTec está destinando, este ano, o total de R$ 10 milhões para parques que se credenciaram através de editais.

O Centro de Excelência do Parque Regional da UNISC vai desenvolver em escala piloto produtos e processos oleoquímicos e biotecnológicos, a partir de culturas agrícolas (girassol, cana-de-açúcar, canola, mandioca, tunge, entre outros) e seus co-produtos e resíduos para atender às necessidades das empresas sediadas no parque.

Na foto, o secretário Eduardo Macluf no centro, tendo a sua direita o secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico, Jair Jasper, e à esquerda o reitor Vilmar Thomé, da UNISC.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Governo descerra placa inaugural do Centro Tele-ECG, em Porto Alegre

O secretário da Ciência e Tecnologia Eduardo Macluf e a secretária adjunta da Saúde Rejane Richter participaram hoje (14/12), em nome do Governo do Estado, da cerimônia de descerramento da placa inaugural do Centro do Tele-Eletrocardiograma, no Instituto de Cardiologia, em Porto Alegre.

O Centro é resultado de convênios entre as secretarias da Saúde, Ciência e Tecnologia e Fundação Universitária de Cardiologia para possibilitar o atendimento à distância de pacientes com diagnóstico de enfarto agudo e outras emergências cardiovasculares, nas localidades de difícil acesso no Interior e que não dispõem de serviços de urgência no setor.

O médico Ivo Nesralla, diretor presidente do Instituto de Cardiologia, destacou os 42 anos da entidade e dos planos em aumentar o número de leitos para atendimento da população:

- Com o tele-ecg, estamos incorporando a moderna tecnologia aos procedimentos médicos do Instituto, para áreas que não têm acesso a procedimentos mais avançados.

A secretária adjunta Rejane Richter falou sobre a importância dos procedimentos que vão garantir a assistência cardiológica a um maior número de gaúchos:

- Saudamos o Instituto que recebeu o prêmio de melhor hospital, em escolha feita por usuários do SUS, ao mesmo tempo em que salientamos a garantia do atendimento de alta qualidade na assistência à saúde, no setor de cardiologia.

O secretário Eduardo Macluf salientou a ação conjunta entre o governo do estado e o Instituto de Cardiologia:

- O objetivo é dar melhor qualidade de vida à sociedade gaúcha, dando atendimento às pessoas nos locais mais distantes e que já dispõem de um serviço de excelência na área da saúde.

Doenças cardiovasculares são responsáveis por mais de 30% da mortalidade total de gaúchos, e o atendimento ao paciente, principalmente nas primeiras horas, é considerado fundamental.

O projeto do Centro Tele-ECG foi lançado em 2008 em 11 municípios pilotos das regiões Sul e Nordeste. Com o novo Centro, a perspectiva é ampliar a rede para até 90 cidades.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Dia Municipal de Mobilização para Doação de Medula Óssea - 14 de dezembro, instituído por Eduardo Macluf, pela Lei 5.597/2009.

Pelotas é a primeira cidade gaúcha a incluir o Dia de mobilização para doação de medula óssea, que será celebrado em 14 de dezembro, no Calendário Oficial de Eventos do Município. Às 16h do dia 23 de Julho de 2009, o prefeito Adolfo Antonio Fetter sancionou o projeto de lei Nº 5.597, para visa que neste dia sejam desenvolvidas atividades de esclarecimento e incentivo à doação de medula óssea e capacitação de doadores. “Esperamos que este seja o primeiro passo na direção do esclarecimento da população sobre este assunto e que contribua para diminuir o sofrimento de tantas famílias que passam anos à procura de um doador compatível”, disse o prefeito, ao assinar o documento. Estatísticas apontam que as chances de se encontrar um doador compatível é de uma em cem mil.


A proposição partiu da iniciativa do vereador Eduardo Macluf, que ficou comovido com o caso do deputado federal Beto Albuquerque, que perdeu o filho de 19 anos em fevereiro, devido a uma leucemia mielóide. Ele também se comoveu com a dramática situação de Daiane Machado, que há quase dois anos luta para conseguir um doador de medula óssea para o filho Wendryo, que completará seis anos em outubro e sofre de uma doença rara: anemia de Fanconi.

Daiane esteve presente no momento em que o PL foi sancionado pelo prefeito, junto com o vereador Eduardo Macluf, o secretário de saúde, Francisco Isaías, e o diretor do Hemocentro Regional de Pelotas (Hemopel), Guilherme Bergmann. Durante o breve encontro, Bergmann foi informado de que na próxima semana a equipe de 58 profissionais do Hemopel será acrescida de mais quatro funcionários: dois técnicos administrativos e dois auxiliares de enfermagem, o que deve contribuir para melhorar o funcionamento do local, único centro da Região Sul a fazer a coleta de amostras de sangue para medição da compatibilidade com pacientes que aguardam por medula óssea.

“A coleta de amostra de sangue é um processo simples e a doação da medula óssea não prejudica em nada o doador. O maior problema ainda é a falta de informação. As pessoas em geral pensam que vão perder alguma coisa”, lamenta Daiane, mas comemora a iniciativa do Município, pioneira no Estado em incluir um dia específico para a mobilização de doadores de medula óssea, uma decisão que deve ajudar a derrubar o maior obstáculo no assunto: o medo de doar devido à desinformação.


Caso você decida doar

O que é a medula óssea? É um tecido gelatinoso que ocupa o interior de vários ossos (tutano). É na medula que são produzidos os componentes do sangue periférico: hemáceas, leucócitos e plaquetas.

* Você precisa ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado geral de saúde (não ter doença infecciosa ou incapacitante).

* Como é feita a doação: será retirada por sua veia uma pequena quantidade de sangue (5ml) e preenchida uma ficha com informações pessoais.

Seu sangue será tipificado por exame de histocompatibilidade (HLA), um teste de laboratório para identificar suas características genéticas que podem influenciar no transplante. Seu tipo de HLA será incluído no cadastro.

Seus dados serão cruzados com os dos pacientes que precisam de transplante de medula óssea constantemente. Se você for compatível com algum paciente, outros exames de sangue serão necessários.

Se a compatibilidade for confirmada, você será consultado para confirmar que deseja realizar a doação. Seu atual estado de saúde será avaliado.

- A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral, e requer internação por um mínimo de 24 horas. Nos primeiros três dias após a doação pode haver desconforto localizado, de leve a moderado, que pode ser amenizado com o uso de analgésicos e medidas simples. Normalmente, os doadores retornam às suas atividades habituais depois da primeira semana.

Em Pelotas, a coleta da mostra de sangue é realizada no Hemopel, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, na avenida Bento Gonçalves, 4.569. Telefone 3222-3002.
 
Matéria do dia 23-07-2009

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Fundação de Ciência e Tecnologia inaugura Memorial

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, participou, nesta segunda-feira (13/12), da inauguração do Memorial da Fundação de Ciência e Tecnologia (Cientec), entidade vinculada à Secretaria da Ciência e Tecnologia.

No espaço dedicado ao Memorial, será preservado e administrado todo o acervo documental e histórico da instituição por meio de fotos, vídeos, cartazes. Nele, os pesquisadores, professores e alunos, poderão ter acesso aos principais fatos que tiveram origem na Cientec e sua contribuição para o desenvolvimento da ciência e tecnologia do Rio Grande do Sul.
Para o presidente da Cientec, Luiz Augusto Pereira, o Memorial valoriza a instituição e seu quadro técnico ativo e inativo. “Todas as nossas conquistas e realizações foram obtidas por meio da gestão e otimização de recursos, e esta é uma delas”. Ele citou os investimentos realizados pela Cientec nos últimos anos, a valorização da equipe técnica e funcionários, a recuperação econômico-financeira, etc.

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, também referiu-se à gestão, dizendo que “a Cientec é um exemplo neste governo, pois foram superadas dificuldades e, neste momento, são tomadas iniciativas de importância para sociedade. Entre elas, citou os testes com carvão mineral para a geração de energia elétrica em pequenas centrais térmicas”.

Macluf vê no Memorial a oportunidade de valorizar a trajetória de muitas conquistas da Fundação no decorrer de 67 anos de trabalho voltado ao desenvolvimento sócio-econômico do Estado.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

SCT e Assespro na Câmara Municipal

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, e os diretores da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro-RS), Márcio Luis Miorelli e Regis Bronzatti, compareceram hoje (9/12) no período de Comunicações Temáticas da Câmara Municipal de Porto Alegre para falar sobre as perspectivas da TI no Rio Grande do Sul.

Macluf destacou a necessidade de uma lei de inovação municipal, a exemplo da Lei de Inovação do Estado, projeto que teve a participação de todos os segmentos da sociedade, e parabenizou a casa legislativa pela sensibilidade em relação ao setor de Tecnologia da Informação, dando espaço para que a Assespro pudesse falar de suas realizações.

Fundação comemora 46 anos e anuncia R$ 20 milhões em novos editais

Para comemorar seus 46 anos de atuação no fomento à pesquisa, no intercâmbio científico e na formação de recursos humanos, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande Sul – Fapergs anunciou, nesta quarta-feira (8), o investimento de R$ 20 milhões, no ano que vem, em editais que trazem novidades, como o Programa Biota, para a realização de projetos que ampliem o conhecimento sobre a biodiversidade dos biomas no Estado.

Presente à cerimônia no auditório da AMRIGS, o secretário da Ciência e Tecnologia Eduardo Macluf falou sobre as boas perspectivas para a área de ciência e tecnologia no Rio Grande do Sul. “O Estado vive um momento crescente, com a Lei Estadual de Inovação e com a consciência da sociedade, do setor produtivo e academia, de que o desenvolvimento depende da ciência, tecnologia e inovação”, afirmou.

Segundo o presidente da Fapergs, os editais Auxílio Recém Doutor - ARD e Pesquisador Gaúcho continuam a ser o foco da Fundação, que se preocupa em dar condições de trabalho aos jovens pesquisadores. O edital Mudanças Climáticas também terá uma nova edição.

Prestigiaram o evento, o presidente da Capes - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior , Jorge Almeida Guimarães e o diretor Técnico do SEBRAE-RS, Marco Kappel Ribeiro, entre outras autoridades e convidados.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Secretário recebe prefeito de Turuçu

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, recebeu, nesta terça-feira (30/11), o prefeito de Turuçu, Ivan Eduardo Scherdien, e o secretário de Planejamento daquele município, Claudio Oliveira, para viabilização de possíveis parcerias com a SCT. Os executivos municipais trouxeram à Macluf as principais demandas de interesse de Turuçu, que têm na agricultura sua base econômica.




quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Secretário cumpre agenda em Brasília

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, cumpre agenda nesta quarta-feira (1/12), no Ministério da Ciência e Tecnologia, em Brasília, para tratar de recursos via emenda parlamentar da bancada gaúcha, da ordem de R$ 27 milhões para parques tecnológicos. O secretário quer aproveitar para divulgar também em outros contatos políticos que fará o PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos.

Gestora apresenta o parque de São Leopoldo

O secretário da Ciência e Tecnologia Eduardo Macluf participou, nesta terça-feira(30), da 12ª Reunião do Conselho de Inovação e Tecnologia – CITEC, no Tecnosinos. Na pauta, a transição de governo, entre outros assuntos. Na mesma ocasião, a diretora da Unidade de Inovação e Tecnologia (Unitec) e gestora Executiva do Tecnosinos, Suzana Kakuta fez uma apresentação sobre o Parque Tecnológico de São Leopoldo.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Gestores de Ciência e Tecnologia do País reúnem-se em Fortaleza

Os dirigentes de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) de todo o País estarão em Fortaleza (CE) para tratar sobre as perspectivas para a área no período de transição de governos. Será nos dias 2 e 3 de dezembro, por ocasião do Fórum Nacional do CONSECTI — Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação; CONFAP — Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa; e dos Secretários Municipais de CT&I.

O ministro Sérgio Rezende e o secretário executivo Luiz Antonio Elias, do Ministério da Ciência e Tecnologia, estarão presentes no Fórum Nacional para fazer um balanço das atividades na área de CT&I durante o Governo Lula e apontar os rumos para os próximos anos, juntamente com os secretários de CT&I. Também estão confirmadas as presenças dos presidentes da CAPES, Jorge Guimarães; do CNPq, Carlos Aragão; e da FINEP, Luís Fernandes; que vão proferir palestra sobre Ciência, Tecnologia e Educação Superior.


Destaques



Durante o evento serão anunciadas as universidades estaduais e municipais contempladas com os recursos do edital da ABRUEM/FINEP, que destina cerca de R$ 60 milhões para infra-estrutura de pesquisa. Outro destaque esperado é a apresentação do Livro Azul, com a síntese e resultados da 4ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. O documento elaborado em parceria com diversos setores da sociedade balizará as políticas de CT&I nos próximos 10 a 20 anos.

Ainda será firmado acordo entre a Rede Nacional de Pesquisa (RNP) com as secretarias estaduais de CT&I e as fundações de amparo à pesquisa. O convênio trará como benefícios a essas instituições a integração por vídeo-conferência e internet de alta velocidade.

Importantes instituições de CT&I confirmaram participação no Fórum Nacional: Academia Brasileira de Ciência (ABC); Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC); Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG); Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (ABRUEM), Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES) e Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI).

O evento é coordenado pelo CONSECTI, CONFAP e Fórum dos Secretários Municipais, com realização da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará (SECITECE) e Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP).

Confira a programação completa do evento:

http://www.consecti.org.br/wp-content/uploads/2010/02/programacao-fortaleza-02-12-2010.pdf



Fórum Nacional do CONSECTI, CONFAP e Secretários Municipais de CT&I em Fortaleza (CE)

Local: Hotel Praia Centro, Av. Monsenhor Tabosa, 740, Centro. Fortaleza (CE)

Data: 2 e 3 de dezembro de 2010

Hora: 9h às 18h (quinta) e 8h30 às 12h (sexta)

Engenheiro da SCT recebe a distinção no próximo dia 2

O delegado Antonio Machado e o comissário Jorge Venturini, da Polícia Civil do Estado, estiveram, nesta sexta-feira (26/11), em visita ao secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, para convidá-lo a participar da cerimônia de entrega da Medalha Tiradentes, no próximo dia 2, como parte das comemorações pelos 169 anos da instituição.

O engenheiro Eberson José Thimming Silveira, gerente do projeto de Tecnologia da Informação e Comunicação da Secretaria da Ciência e Tecnologia, será um dos agraciados com a Medalha, que distingue servidores da Polícia Civil que tenham se destacado por serviços à Corporação ou pessoas que de alguma forma tenham contribuído para que a Polícia alcance seus objetivos de servir e proteger a sociedade.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Governo apresenta potencial da Rede Petro/RS para o Sul do Estado

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia – acompanhado do presidente Estevão Leuck, do vice-presidente Luiz Fernando Heine, ambos da RS Óleo e Gás, e de empresários gaúchos – esteve em visita, nesta quinta-feira (25), à sede da Engevix, no Rio, para apresentar o potencial das empresas que compõem a Rede Petro/RS, no que se refere ao fornecimento de bens e serviços no Sul do Estado. Eles foram recebidos pelo vice-presidente da empresa, Daniel Peres; pelo diretor Ricardo Novaes e pelo coordenador de Suprimentos, Fernando Cavalcante.

A Engevix é considerada a maior empresa do segmento de engenharia consultiva do Brasil, prestando serviços na elaboração de estudos, de projetos, no gerenciamento de obras e em empreitadas integrais, que envolve engenharia, compras, construção e montagem de empreendimentos (EPC- Engineering Procurement Construction).

Sobre a Rede Petro/RS


Iniciativa pioneira em âmbito nacional, a Rede Petro/RS tem sido referência para outros Estados. Um de seus “cases de sucesso” é o projeto Cadeia Produtiva de Petróleo, Gás e Energia, que, em parceria com o Sebrae e a Petrobrás, vem promovendo a capacitação de pequenas e micro empresas fornecedoras deste segmento. A Rede Petro/RS fomenta o trabalho conjunto, sendo articuladora do intercâmbio entre empresas, universidades, centros de pesquisa e os grandes demandantes do segmento do petróleo, gás e energia. Mais de 320 empresas compõem a rede, que conta também com 12 universidades e 90 laboratórios e centros de pesquisa.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Secretaria da Ciência e Tecnologia recebe homenagem

Em evento comemorativo aos seus 30 anos de atuação, a Assespro – Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet, na noite desta terça-feira (23), prestou homenagens a personalidades, jornalistas e instituições que contribuíram para o crescimento do mercado de TI gaúcho neste período. O secretário Eduardo Macluf, que representou a governadora Yeda na solenidade, recebeu o prêmio pela Secretaria da Ciência e Tecnologia e o secretário Adjunto Julio Cesar Ferst, por ter sido considerado a Personalidade do ano em TI. O ex-secretário da Ciência e Tecnologia, Artur Lorentz, também foi homenageado.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Rede Petro/RS, Sebrae-RS e Fiergs realizam o Dia do Petróleo, Gás e Energia

O governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Rede Petro/RS – programa especial da Secretaria da Ciência e Tecnologia – o Sebrae-RS e a Fiergs, realizaram nesta terça-feira (23) o evento Dia do Petróleo, Gás e Energia - Fomenta RS, em sua segunda edição.

Ao participar da solenidade de abertura, o secretário Eduardo Macluf saudou os parceiros da Rede Petro/RS, os empresários e convidados presentes e falou sobre a importância dos projetos e ações conjuntas para o desenvolvimento tecnológico e econômico no ambiente da cadeia produtiva do petróleo, gás natural e energia.

A Rede Petro/RS é uma articulação entre governo, universidades e empresas, com o objetivo de capacitar e qualificar empresas gaúchas para atuação no segmento do petróleo, gás e energia.

“Mais de 300 empresas dos segmentos da indústria, comércio e serviços fazem parte da Rede Petro/RS, que há mais de 10 anos vem servindo de exemplo para outros Estados brasileiros, instituírem suas próprias Redes”, observou Macluf.

Câmara Brasil-Alemanha promove palestras e exposições em Porto Alegre

A Câmara Brasil-Alemanha iniciou ontem (22), em Porto Alegre, um ciclo de palestras e exposições como parte do “Ano Brasil-Alemanha da Ciência, Tecnologia e Inovação 2010/2011. A solenidade de abertura do evento, intitulado “Alemanha – seu Parceiro em Pesquisa e Desenvolvimento”, contou com a participação do governo do Estado por meio da Secretaria da Ciência e Tecnologia. O secretário Eduardo Macluf fez uma saudação aos participantes e reiterou a disposição da SCT em continuar apoiando as iniciativas da Câmara ou eventuais ações conjuntas que resultem em benefício para a ciência e tecnologia de ambos os países.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Congresso Internacional tem início na Fiergs

Representando a governadora Yeda Crusius, o secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, participou nesta quarta-feira (17), da solenidade de abertura do 3º Congresso Internacional de Inovação promovido pelo Sistema Fiergs, por meio do IEL-RS (Instituto Euvaldo Lodi).
Em seu pronunciamento, Macluf citou a importância da Lei Estadual de Inovação e suas regulamentações que instituíram o Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos e o Pró-Inovação/RS. Também falou sobre a necessidade de parcerias entre os governos estadual e federal, a academia e o segmento empresarial, para que sejam criadas condições que favoreçam um ambiente de inovação no Estado.
Sobre o Pró-Inovação RS, o secretário adiantou que 12 projetos protocolados na Secretaria da Ciência e Tecnologia já estão sendo avaliados pelo Comitê Técnico do programa. “Se for constatado que estes projetos são de fato inovadores, suas empresas receberão incentivos fiscais de até 75% do ICMS incremental”, explicou.
No primeiro dia do congresso na Fiergs, foram tratadas várias questões referentes às redes sociais. Hoje, as redes sociais pela Internet reúnem perto de um bilhão de pessoas em todo o mundo. Segundo dados do Instituto Ibope NetRatings, no Brasil, 80% dos internautas têm perfil no Orkut, Twitter ou YouTube.

Macluf recebe prefeito de Pelotas


O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, recebeu em audiência, nesta quarta-feira (17), o prefeito de Pelotas Adolfo Fetter Júnior. Na pauta, a implantação do Tecnosul (Parque Tecnológico de Pelotas), que recebeu recentemente credenciamento para participar do PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos. Também foi motivo de conversa, a destinação de recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia, via emenda parlamentar, para este programa.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Mais três projetos são credenciados no Programa de Parques Tecnológicos

O Comitê Gestor do Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos (PGtec) - regulamentado a partir da Lei Estadual de Inovação, de 13 de julho de 2009 – homologou, nesta sexta-feira (12), o resultado técnico de mais três pedidos de credenciamento. Os parques credenciados são o Unipampa - Parque Tecnológico e Científico do Pampa, de Alegrete; o Tecnosul - Parque Tecnológico de Pelotas e o Oceantec - Parque Tecnológico de Rio Grande.
O PGtec já havia credenciado os parques em operação: Tecnopuc - Parque Científico e Tecnológico da PUCRS, Tecnosinos - Parque Tecnológico São Leopoldo e Valetec - Parque Tecnológico do Vale dos Sinos. E os em implantação: Unisc - Parque Científico e Tecnológico Regional, URI - Parque Tecnológico da Universidade Regional Integrada de Erechim e UCS - Parque Tecnológico do Vale do Caí.
Para o secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, “com estes credenciamentos, o Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos – cumpre neste governo o objetivo de estimular, não somente a consolidação de parques tecnológicos já existentes, mas principalmente motivar a criação de novos empreendimentos”. O valor dos recursos destinados ao PGtec, em R$ 2010, foi da ordem de R$ 10 milhões.

Programa da SCT é tema de palestra

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, faz palestra para empresários prestadores de serviços para o segmento do petróleo, gás e energias, nesta sexta-feira (12/11), às 19h, na Associação Rural de Pelotas (av. Fernando Osório, 1754), sobre as perspectivas e oportunidades da Rede Petro/RS em 2011.
Na mesma ocasião, será lançando o Catálogo de Fornecedores de Bens e Serviços de Empresas da Região, onde constam os participantes do Projeto Adensamento da cadeia de Fornecedores de Petróleo, Gás e Energia da Região Sul do Estado. Além da Rede Petro/RS, são parceiros desta iniciativa o Sebra-RS, Petrobras, Yara Brasil, Superg e Fiergs.

Sobre a Rede Petro/RS

A Rede Petro/RS é um programa especial da Secretaria da Ciência e Tecnologia, em parceria com o Sebrae-RS, Fiergs e Petrobras. Objetivamente, a Rede compreende empresas fornecedoras de base tecnológica para o setor de petróleo, energia e mineração. Desde sua criação em 1999, vem promovendo a articulação entre o poder público, as universidades, os centros de pesquisa e as empresas de pequeno e médio portes das áreas comercial, industrial e de serviços.
Macluf explica que a lógica de trabalho da Rede é a sintonia entre estes elementos, visando um objetivo comum. “Todo o esforço é direcionado a iniciativas conjuntas que podem ser a promoção de seminários técnicos, implementação de programas para capacitação de recursos humanos, ações de cooperação internacional ou promoção comercial. Tudo depende das necessidades demandadas pelo setor”, afirma.
Uma das iniciativas da Rede Petro/RS é o Projeto Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia para treinamento e qualificação de micro e pequenas empresas. Outra, é a chamada Rodada de Negócios, em que os empresários se reúnem para apresentar comercialmente seus produtos e serviços. Ainda, a participação em feiras, como a Rio Oil Expo and Conference e a Mercopar, com visibilidade nacional e internacional, tornou-se já uma tradição para a Rede que reúne em seu estande, a cada ano, cerca de 20 empresas e organiza grupos de empresários para conhecerem inovações tecnológicas e incrementar negócios com possíveis parceiros comerciais.
A Rede Petro/RS conta hoje com mais de 300 integrantes entre indústrias e empresas de comércio e serviços, basicamente micro e pequenas empresas.

História da Fruticultura pode ser conferida no Memória 80 Anos

Oitenta anos de pesquisa e dedicação à citricultura no Estado estão registradas no livro Memória 80 anos. A obra conta a história da Fepagro Fruticultura (antiga Estação Experimental), unidade de pesquisa da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), localizada em Taquari. O livro, produzido pelas engenheiras agrônomas Elisabeth Lisboa de Saldanha Souza e Sônia Maria Camargo Lobato, foi lançado, nesta quarta-feira (10), na 56ª Feira do Livro de Porto Alegre.
O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, falou da importância da obra que apresenta a evolução da citricultura no Rio Grande do Sul. “Durante décadas foram gerados, na Fepagro Fruticultura, trabalhos de pesquisa que serviram de base para o conhecimento atual sobre produção de frutas”, afirma.“Este conhecimento possibilitou a prevenção de problemas ainda não presentes no Estado”, conclui o secretário.
Na oportunidade, o diretor técnico da Fepagro, Ronaldo Matzenuaer, salientou a importante iniciativa das autoras em resgatar documentos, correspondências, projetos, relatos de pesquisadores e funcionários para escrever a história desta unidade. “As ações e atividades relatadas na obra demonstram a contribuição para a evolução de culturas anuais, como mandioca e sorgo, da apicultura e, especialmente, da citricultura do Rio Grande do Sul, proporcionando aos produtores, através da geração e validação de tecnologias, maior produtividade e melhor qualidade na atividade agrícola”, finaliza Matzenauer.
“As informações registradas no livro procuram valorizar os esforços realizados pelos funcionários dedicados, durante os 80 anos”, afirma Elisabeth. “Estas páginas não têm a pretensão de contar tudo o que aconteceu, mas buscam informar como foi fundada, as atividades desenvolvidas e a sua situação atual”, explica a autora.
O centro de pesquisa foi criado em 1929 para resolver os problemas enfrentados pelos citricultores no Rio Grande do Sul. A unidade trabalha com pesquisas em fruticultura, especialmente citros, além da geração de tecnologias com apicultura, mandioca e sorgo.
Os interessados podem adquirir o exemplar na Fepagro, Rua Gonçalves Dias, 570 – Menino Deus, em Porto Alegre, ao preço de R$ 10,00.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

SCT e Fapergs promovem encontro com pesquisadores em Pelotas

O governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência e Tecnologia, esteve presente no Fórum Internacional “A Sustentabilidade no Século XXI – Meio Ambiente e Saúde em Debate”, ontem (9/11), promovido pela Universidade Federal de Pelotas - UFPel. O secretário Eduardo Macluf estava acompanhado do presidente da Fapergs – Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio Grande do Sul, Rodrigo Costa Mattos, uma das entidades vinculadas à SCT e apoiadora do evento.
Aproveitando sua estada em Pelotas, Macluf e Costa Mattos visitaram o Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Faculdade de Medicina da UFPel. Eles foram recebidos pelo reitor Antonio Cesar Gonçalves Borges e pesquisadores que apresentaram os trabalhos desenvolvidos pelo Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia – PPGE, as instalações e nos novos equipamentos para medição antropométrica das crianças nascidas em Pelotas - Projeto Coorte 2004.
Macluf considera que, para a Fapergs, é importante o contato direto com pesquisadores, que podem reivindicar, esclarecer questões, como também tomar conhecimento das ações de governo para a área da pesquisa.
O secretário também esteve com o presidente da Fapergs na Universidade Católica de Pelotas, onde foram recebidos pelo reitor Alencar Mello Proença e pelo corpo docente da UCPEL. O assunto que dominou a reunião foi o orçamento da Fundação e as ações previstas para 2011. Costa Mattos disse que as perspectivas para o ano que vem são bastante otimistas. A Fapergs deverá ter um orçamento de R$ 24 milhões já no primeiro ano do próximo governo.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Governo participa do Fórum de Sustentabilidade em Pelotas

O governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência e Tecnologia, estará presente no Fórum Internacional – A sustentabilidade no século XXI – Meio Ambiente e Saúde em Debate, que começa nesta terça-feira (9/11), promovido pela Universidade Federal de Pelotas - UFPel.
O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, e o presidente da Fapergs – Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio Grande do Sul, Rodrigo Costa Mattos, participam da solenidade de abertura, às 19h, no Jacques Georges Tower.
No início da tarde, Macluf e Costa Mattos visitam o Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Faculdade de Medicina da UFPel para conhecerem seus projetos de pesquisa. O centro se tornou referência nacional e internacional, prestando consultoria em vários países.

Inovação é tema de seminário do BRDE

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, participou, nesta segunda-feira (8/11), no teatro do CIEE, em Porto Alegre, da solenidade de abertura do seminário Inovação: Importância e Fontes de Financiamento. O evento faz parte do calendário de comemorações pelos 50 anos do BRDE.
O seminário prossegue amanhã e finaliza com a palestra do secretário adjunto da Secretaria da Ciência e Tecnologia, Julio Cesar Ferst, às 17h, falando sobre a Lei de Inovação do Estado.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Toma posse novo reitor da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Em um momento histórico para a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, tomou posse, nesta sexta-feira (5), o professor Fernando Guaragna Martins, primeiro reitor eleito por voto direto na Uergs. Ao dar posse ao novo reitor, em cerimônia realizada na Secretaria da Ciência e Tecnologia, o secretário Eduardo Macluf, agradeceu o esforço e o trabalho realizado por Carlos Alberto Callegaro, nos últimos quatro anos em que esteve à frente da Uergs.
“O governo enfrentou o desafio e buscou fazer com que a universidade fosse reconhecida como uma importante instituição para o Estado. Assim como entendemos que as ações implementadas pelo professor Callegaro foram essenciais para a boa condução da Uergs, tenho a plena convicção de que o reitor Guaragna vai seguir este mesmo caminho, no sentido de que a universidade se torne uma referência no segmento educacional”, afirmou.
Prestigiaram a solenidade pesquisadores, presidentes de entidades, professores, estudantes, funcionários da universidade, entre outros convidados.

Blog de Macluf registra seu trabalho

O secretário estadual da Ciência e Tecnologia, vereador licenciado Eduardo Macluf, mantém abertos seus canais de comunicação com a comunidade. Através do Blog, qualquer pessoa pode acompanhar o trabalho que vem desenvolvendo e, além disso, postar seus comentários. Basta acessar http://eduardomacluf.blogspot.com/ e inteirar-se às informações.


O site www.eduardomacluf.com.br passará por um período de manutenção e sofrerá reformulações, com o objetivo de se tornar mais dinâmico e atraente para todos aqueles que o acompanham. Enquanto isso, o blog estará à disposição para acessos.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Universidade Federal de Rio Grande apresenta projeto

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, recebeu nesta quarta-feira (03/11), do vice-reitor da FURG (Universidade Federal de Rio Grande) Ernesto Luiz Pinto, o projeto do Parque Científico e Tecnológico do Mar - Oceantec. O projeto segue agora para análise técnica e jurídica do Comitê Gestor.
A FURG já havia feito credenciamento junto ao PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos, cujo objetivo é incentivar a implantação e consolidação dos parques no Rio Grande do Sul.

Secretário recebe dirigentes do Centro na SCT

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, esteve reunido, nesta quarta-feira (3/11), com o diretor do Centro de Excelência em Tecnologias Avançadas SENAI – CETA, Paulo Rosa, e a coordenadora Gabriela Duarte Barberis. Na pauta, possíveis parcerias e atividades relacionadas à ciência e tecnologia. A CETA trabalha no desenvolvimento de pesquisas com foco na inovação tecnológica aplicada à indústria brasileira em cooperação com a Sociedade Fraunhofer, da Alemanha.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Secretário da SCT e empresários visitam o Dique Seco

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, conheceu, nesta sexta-feira (29), o Dique Seco do Polo Naval de Rio Grande, que é considerado o maior da América Latina e o segundo maior do mundo (o primeiro está na China).
O engenheiro da Petrobras, Miguel Thormann, orientou a visita de Macluf e do diretor Corporativo e de Relações com Investidores da Randon, de Caxias do Sul, Astor Milton Schmidt, acompanhado de um grupo de empresários, para que eles conhecessem a infraestrutura do Polo destinada à construção naval, formada pelo Dique Seco, oficinas de estruturas e de tubulação, o pórtico de grande capacidade e os dois cais ao Norte e ao Sul do Dique Seco.
O projeto Dique Seco, que exigiu um investimento de R$ 800 milhões, se destina a construção e reparos de plataformas, com largura acima de 70 metros. É o caso da P55, em fase de construção, cuja finalidade é a exploração de petróleo em águas profundas. Ao ser finalizada em 2011, esta plataforma irá atender o Pré- Sal, na Bacia de Campos, onde deverá produzir 180 mil barris dia.

Vice-prefeito recebe a visita do secretário da Ciência e Tecnologia

Representando o prefeito Fábio Branco, que está em viagem, o vice-prefeito Adinelson Troca, acompanhando dos secretários municipal Claudio Omar Nunes, de Educação e Cultura, e Leonardo Salum, de Cidadania e Assistência Social, recebeu no início da tarde desta sexta-feira, 29, no Executivo Municipal, a visita do secretário da Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Eduardo Macluf. Na pauta do encontro questões referentes ao desenvolvimento do Município e da região Sul do Estado, a partir da consolidação do Polo Naval.
O encontro ocorreu na sala de reuniões da Prefeitura. Na oportunidade o secretário destacou o atual cenário da cidade, com a atração de pesados investimentos, em especial no setor naval. Falou da necessidade de se estar preparado para enfrentar essa nova realidade, que deve beneficiar não somente Rio Grande, mas também as demais cidades da Zona Sul.
Após a reunião, o secretário Eduardo Macluf seguiu para o Distrito Industrial, na Barra onde participou de uma visita ao Dique-Seco. A inauguração oficial das instalações ocorreu na semana passada.

domingo, 31 de outubro de 2010

Secretários reúnem-se com gestores do Tecnopuc

O Tecnopuc – um dos parques credenciados no PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos – recebeu, na última quinta-feira (28), a visita dos secretários Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, e Pedro Feiten, de Relações Institucionais, que queriam conhecer de perto suas atividades e instalações.
O diretor do Tecnopuc, Roberto Moschetta, fez uma retrospectiva sobre implantação do parque, apontando iniciativas que foram importantes para sua concretização. "Desde o início a Pontíficia Universidade Católica do Rio Grande do Sul investiu na qualificação de mestres e doutores da universidade; no desenvolvimento da pesquisa acadêmica e na aproximação com empresários, buscando viabilizar recursos para a criação de um ambiente verdadeiramente tecnológico", disse.
 Moschetta destacou que PUCRS é a segunda universidade brasileira que mais investe em pesquisa e que detém uma rede de inovação e empreendedorismo –  a InovaPUC, atuante na interação e relacionamento entre os atores do Núcleo Acadêmico e Unidades Periféricas. “O Tecnopuc acredita que a relação dos setores acadêmico, público e privado, institui o modelo ideal, criando condições favoráveis para desenvolvimento regional.”
O professor lembrou, ainda, os diferenciais que fizeram do Tecnopuc uma referência em parque tecnológico. “O ambiente de pessoas, a capacidade de relacionamento e interlocução, gestão com níveis de economia, planejamento estratégico e a busca de novas formas de empreender e inovar”.
Para Macluf, a tendência para o surgimento de novos parques tecnológicos deve ser gradual. “Temos que valorizar as conquistas já obtidas com o PGtec. Instrumentos como este programa freiam a pulverização de recursos, que normalmente criam distritos industriais em vez de parques tecnológicos. “O Tecnopuc é  exemplo de convergência entre a academia e os setores público e privado, gerando emprego e renda e conquistando resultados importantes nas áreas da Tecnologia da Informação e Comunicação, Biotecnologia e Meio Ambiente”, finalizou.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Mérito do Serviço Público

A governadora Yeda Crusius entregou, nesta quarta-feira (28/10), a medalha Ordem do Mérito do Serviço Público, ao funcionário da Secretaria da Ciência e Tecnologia, Francisco Cloir Ribeiro Alves, técnico da Divisão de Polos, do  Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos da SCT.  O evento marcou as comemorações ao Dia do Servidor, que homenageou servidores das Secretarias e Administração Estadual. Instituída em 1967, a medalha tem como objetivo homenagear servidores públicos estaduais, ativos ou inativos, que por seu trabalho e esforço em favor da produtividade, tornaram-se merecedores de reconhecimento público.

Reitor do IFSUL e a coordenadora do programa fazem reunião na SCT

O reitor Antonio Carlos Barum Brod, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-grandense, acompanhado da professora Cleia Salles, estiveram, nesta quarta-feira (27/10), na Secretaria da Ciência e Tecnologia, em reunião técnica com o secretário Eduardo Macluf.
Cleia Salles é coordenadora do Programa de Desenvolvimento da Indústria do Plástico no Rio Grande do Sul, cujo objetivo é tornar o Estado gaúcho um polo competitivo e de excelência no segmento industrial de transformação do plástico, nos próximos quatro anos.
Além do IFSUL, do SEBRAE/RS, e do governo do Estado, por meio das secretarias da Ciência e Tecnologia (SCT) e do Desenvolvimento e Assuntos Internacionais (Sedai), são parceiros neste programa: os Sindicatos das Indústrias de Material Plástico do Rio Grande do Sul (Sinplast-RS), do Nordeste Gaúcho (Simplás) e do Vale dos Vinhedos (Simplavi), Braskem, FIERGS, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai)  e a Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Secretário Eduardo Macluf visitou a Fundação

O secretário Eduardo Macluf , da Ciência e Tecnologia, reuniu-se nesta terça-feira (26/10), com a direção da   Fundação de Ciência e Tecnologia para conhecer as instalações: incubadora de base tecnológica e o espaço onde se instalará o futuro memorial da Cientec.
O presidente da Fundação,  Luiz Augusto Pereira, fez uma breve apresentação, salientando os principais projetos e destacou o resultado do crescimento dos recursos financeiros disponíveis (aproximadamentede 1.300%) comparando-se com janeiro de  2007.
Participaram do encontro o superintendente Comercial , Paulo José Gallas; o superintendente de Produção, Júlio César Trois Endres; a superintendente de Administração, Maria Carolina Nogueira Cirio e a gerente da Incubadora, Diana Schossler do Canto e Marco Aurélio Ferreira, do Fecomércio.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Governo recebe delegação do Exército brasileiro

O governo do Estado recebeu nesta terça-feira (26/10) a visita de 30 oficiais da Escola de Comando e Estado Maior do Exército brasileiro, que estão em viagem de estudos estratégicos pela Região Sul. Fazem parte da delegação 27 oficiais superiores, alunos do curso de Altos Estudos Militares e três oficiais superiores instrutores da ECEME.
Pela manhã, no auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari, a delegação obteve informações sobre a conjuntura atual e principais projetos do Estado nas áreas do planejamento, ciência e tecnologia, saúde e educação.
O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, fez uma exposição aos oficiais sobre as competências e principais ações de sua pasta, com ênfase no Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos, Lei de Inovação e suas regulamentações que instituíram o Programa Pró-Inovação/RS e o PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos.

Macluf recebe prefeito de Bom Princípio

 O secretário da Ciência e Tecnologia Eduardo Macluf recebeu, nesta segunda-feira (25/10), a visita do prefeito de Bom Princípio, Jacob Nestor Seibel. Um dos assuntos em pauta foi o PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Secretário fala sobre Rede Petro/RS em reunião almoço da Abimaq em Caxias

A reunião-almoço da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC) desta quinta-feira (21/10) contou com a presença do secretário da Ciência e Tecnologia Eduardo Macluf e de representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que apresentaram as linhas de crédito para financiamento do setor de máquinas e equipamentos.
Na oportunidade, Macluf falou sobre a Rede Petro/RS – um programa da Secretaria da Ciência e Tecnologia. “A Rede Petro/RS tornou-se uma referência nacional, que tem gerado ótimos resultados, sendo  articuladora do intercâmbio entre empresas, universidades, centros de pesquisa e grandes demandantes do segmento do petróleo, gás e energia”, afirmou.
O secretário referiu também a Lei de Inovação e suas regulamentações que instituirám os incentivos dos programas Pró-Inovação/RS e PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos.
O encontro foi promovido pela CIC e pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – ABIMAQ

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Secretário visita a UCS e a Trino Polo, em Caxias do Sul

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, que participa ativamente da programação da Mercopar, por meio da Rede Petro/RS, em Caxias do Sul, aproveitou para visitar, nesta quinta-feira (21/10) o reitor da UCS, Izidoro Zorzi, e a diretoria da Trino Polo, para falar sobre a Lei de Inovação e seus recentes programas como o Pró-Inovação/RS e o  PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos.
Na Universidade de Caxias, Zorzi fêz uma apresentação do projeto do parque tecnológico Vale do Caí, localizado em Bom Princípio. Este projeto já está credenciado no PGtec, devendo receber recursos do Estado para a sua implantação. Em seguida, Macluf foi recebido pelos diretores da Trino Polo (Polo de Informática de Caxias do Sul), Marcio Alexandre Biazus, e por Thiarlei Macedo, do Grupo de Projeto do Polo Tecnológico. Nesta oportunidade o secretário também conheceu o projeto do Trino Park, empreendimento que está buscando credenciamento junto ao governo, para obter os incentivos do PGtec.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Cientec realiza seminário sobre Biossegurança

Como parte integrante da 3ª Semana Estadual e 7ª Semna Nacional de Ciência e Tecnologia, a Secretaria da Ciência e Tecnologia, a Cientec (Fundação de Ciência e Tecnologia), a Fepagro (Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária) e a Fepps (Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde) realizaram nesta quarta-feira (20) o seminário Biossegurança, Qualidade e Saúde. O secretário Eduardo Macluf participou da solenidade de abertura.

Secretário Eduardo Macluf representou a governadora na abertura da Mercopar

Representando a governadora Yeda Crusius, o secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, participou, nesta terça-feira (19/10), da cerimônia de abertura da 19ª Mercopar – Feira de Subcontratação e Inovação Industrial, em Caxias do Sul.
A edição deste ano conta com 600 expositores do Brasil, Alemanha, Argentina, África do Sul, China, Colômbia, Itália e Estados Unidos, que trazem ao evento novidades e inovações em diversos setores como: metalmecânico, eletroeletrônico, energia, meio ambiente, borracha, plásticos e serviços industriais, automoção industrial e armazenagem de materiais.
Em seu pronunciamento, Macluf destacou o crescimento e a expansão da Mercopar, que em seus 19 anos de existência se tornou uma das maiores feiras de subcontratação e inovação da América Latina, com destaque a nível mundial. A secretaria da Ciência e Tecnologia está presente na Mercopar, através de seu programa Rede Petro/RS que este ano levou para a feira 25 expositores.
“A SCT e a Rede Petro/RS confiam na força de ações conjuntas para o desenvolvimento tecnológico e econômico, no ambiente da cadeia produtiva do petróleo, gás natural e energia, onde os prognósticos têm se mostrado bastante promissores”, afirmou.

Regimento Interno foi um dos temas em pauta

O Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia reuniu-se nesta quarta-feira (20), na Secretaria da Ciência e Tecnologia, sob a presidência do secretário Eduardo Macluf.
Entre outros assuntos, foram discutidas propostas de revisão e alteração do regimento interno do Conselho, de forma a incluir a palavra Inovação em sua redação.
Estavam presentes o secretário Josué de Souza Barbosa, da Secretaria do Desenvolvimento de Assuntos Internacionais do Rio Grande do Sul; o secretário adjunto da SCT, Julio César Ferst; Maria Del Carmen Seixas de Stefani, do Instituto de Cardiologia; Ney José Lazzari, da Univates; Ronald Krummenauer, da Agenda 2020, e César Zen Vasconcellos, da UFRGS.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Secretário recebe presidente da PSJunior, da UFRGS

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, recebeu ontem a visita da presidente da PSJúnior Consultoria Empresarial, Vivian Passos Canary, e do presidente do DCE da UFRGS, Renan Preto.
No encontro, do qual participou também o presidente da Fajers (Federação das Associações dos Jovens Empreendedores), Lucio do Prado Nunes, foram apresentadas as ações desenvolvidas pela PSJunior. Segundo Vivian Canary, o objetivo é divulgar cada vez mais o conceito do empreendedorismo entre os jovens.
 Para Macluf, “é de extrema importância este tema, uma vez que no Estado ainda não há uma cultura consolidada de como empreender. Muitas vezes, as pessoas têm um grande talento empreendedor, mas não exploram esta possibilidade”, afirma.
 O secretário foi convidado pelo presidente da Fajers a fazer palestra sobre o Empreendedorismo e Inovação, no evento que será promovido no próximo dia 3 de novembro, em Santa Rosa.

Universidade Estadual participa do SiSU para entrada de alunos em 2011/01

A Universidade Estadual do Rio Grande do Sul está participando neste ano do Sistema de Seleção Unificada - SiSU. A adesão da Uergs ao sistema do Ministério da Educação será para as vagas ofertadas no primeiro semestre de 2011. Serão oferecidas 422 vagas em 7 cursos.
Além dessas vagas, para o primeiro semestre do ano que vem, a Universidade irá oferecer 80 vagas para os 4 cursos de licenciatura realizados em convênio com a Fundação Municipal de Artes de Montenegro – Fundarte. A seleção de candidatos da Uergs/Fundarte acontecerá através do resultado do ENEM e prova de habilitação específica, regularizado por meio de um edital que será publicado no dia 29 deste mês.
A Universidade Estadual tem ensino gratuito e reserva 50% das vagas para candidatos de baixa renda familiar (hipossuficientes) e 10% para portadores de deficiência.
Para que os candidatos possam concorrer às vagas da Uergs, é necessária a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, previstas para aplicação nos dia 6 e 7 de novembro deste ano. Após o resultado do Exame, que está previsto para ser divulgado até o dia 15 de janeiro de 2011, o candidato deverá realizar a inscrição para o curso pretendido entre os dias 16 e 18 de janeiro de 2011. A primeira chamada acontecerá em 22 de janeiro e a matrícula, que será realizada somente no Departamento de Ingresso, Controle e Registro Acadêmico – DECOR, da Uergs, está marcada para os dias 26, 27 e 28 de janeiro de 2011.
Avaliação das provas
As provas do ENEM realizadas pelos candidatos serão avaliadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP, que é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação – MEC, responsável pelo SiSU.
Cada prova terá um peso específico, conforme o curso escolhido pelo candidato. Para concorrer a uma vaga na Uergs, o futuro acadêmico deverá atingir no mínimo 400 pontos nas provas objetivas e 500 pontos na prova de redação.
 Cursos oferecidos
Para o primeiro semestre de 2011 a Uergs está oferecendo os cursos de Tecnologia em Gestão Ambiental, em Erechim (22 vagas), em Tapes (40 vagas) e em Três Passos (40 vagas); Administração (Gestão Pública), em Frederico Westphalen (40 vagas) e em Porto Alegre (40 vagas); Engenharia de Sistemas Digitais, em Guaíba (40 vagas); Tecnologia em Agroindústria, em Ibirubá (40 vagas); Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, em Novo Hamburgo (40 vagas) e em Santa Cruz do Sul (40 vagas); Engenharia em Energia, em Novo Hamburgo (40 vagas); Tecnologia em Automação Industrial, em Novo Hamburgo (40 vagas).
Vagas nos cursos da Uergs/Fundarte - Montenegro
Além das 422 vagas da Uergs, estão sendo oferecidas 80 vagas nos 4 cursos ministrados na Fundarte: Artes Visuais, Dança, Teatro e Música, todos cursos de licenciatura. A seleção da Uergs/Fundarte será através da nota do ENEM e prova de habilitação específica. Conforme o cronograma, no dia 29 de outubro será publicado o edital para as vagas dos cursos. Entre os dias 3 e 30 de novembro, os candidatos poderão realizar a inscrição no polo da Uergs em Montenegro e no DECOR, na sede da reitoria em Porto Alegre. As provas de habilitação específicas acontecerão de 4 a 7 de janeiro de 2011. Após a classificação no ENEM e do resultado da prova específica, os aprovados farão a matrícula entre os dias 26 a 28 de janeiro, exclusivamente no DECOR, em Porto Alegre.
Informações complementares podem ser obtidas através no Departamento de Ingresso, Controle e Registro Acadêmico – DECOR (Rua Sete de Setembro, 1156 – Centro), nas secretarias dos 24 polos, pelo site da Universidade - www.uergs.edu.br  ou pelo telefone (51) 3288.9027.

Edital dos concursos públicos da Fepagro sai nesta quarta-feira

O edital dos concursos públicos para a Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) será lançado, nesta quarta-feira (20). O concurso para a contratação de 183 novos servidores está sendo elaborado pela Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH). As informações estarão disponíveis nos sites www.fepagro.rs.gov.br e  www.fdrh.rs.gov.br ou na sede da Fepagro, na rua Gonçalves Dias, 570  e na FDRH, na  avenida  Praia de Belas, 1.595, em Porto Alegre.
As inscrições poderão ser feitas de 21 de outubro a 4 de novembro pela Internet, no site da FDRH. As taxas de inscrição são as seguintes: cargos de nível superior completo - R$ 115,04, de nível médio - R$ 50,45 e nível fundamental - R$ 30,27.
A instituição necessita de 63 pesquisadores, sendo 57 doutores, quatro mestres e dois graduados. As áreas de interesse são agronomia, veterinária, biologia, engenharia florestal, aquacultura e pesca, meteorologia, estatística, zootecnia, economia rural e química. Estão disponibilizadas 18 vagas de nível superior para analista de sistema, administrador, advogado, bibliotecário, contador, engenheiro mecânico, jornalista, letras e secretário-executivo. Há 40 vagas para nível médio, com diploma técnico, para as áreas administrativa, contabilidade, informática, eletrotécnica, mecânica, agropecuária e laboratório. Além disso, a instituição oferecerá 62 vagas para o nível fundamental, que atuarão como auxiliar de pesquisa a campo, motorista e agente auxiliar administrativo. Os salários variam de R$ 763,00 a R$ 5.129,85.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Solenidade abre as atividades da Semana de Ciência e Tecnologia no Estado

Representando a governadora do Estado Yeda Rorato Crusius, o secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, e a secretária Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Maria Alice Lahorgue, abriram, na manhã desta segunda-feira (18), as atividades da 3ª Semana Estadual e 7ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em cerimônia seguida de debate sobre os “Desafios da Ciência e Tecnologia no Estado do Rio Grande do Sul”. O objetivo das ações que se desenvolvem em todo o país é a popularização da ciência e tecnologia em todos os níveis de governo.
 Participaram da solenidade os secretários Arita Bergmann, da Saúde; Edson Goulart, da Segurança, e José Parode, do Planejamento e Gestão; o pró-reitor de Pesquisa e Pós Graduação da PUCRS, Jorge Luiz Audy; o pró-reitor de Pesquisa  e Inovação da Universidade Feevale, Cleber Cristiano Prodanov; o diretor da Fiergs, Aderbal Fernandes Lima, o secretário do InovaPoa, Newton Braga Rosa, o ex-secretário da Ciência e Tecnologia, Paulo Maciel, o diretor da PUCRS, Dario Azevedo, entre outras autoridades, professores, pesquisadores e estudantes.
 Em seu pronunciamento, Macluf  falou sobre o esforço do governo nos últimos quatro anos para que o Estado voltasse a investir em ciência e tecnologia.; referiu o investimento de R$ 12,4 milhões no programa da Secretaria de apoio aos polos tecnológicos somente neste período; a revitalização da Fepagro (Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária), com a revisão da matriz salarial e a abertura de concurso público para a contratação de 183 novos servidores e de suas outras vinculadas, Fapergs (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, Cientec (Fundação de Ciência e Tecnologia) e UERGS (Universidade do Estado do Rio Grande do Sul).
“Não poderia deixar de fazer referência à Lei de Inovação, um marco histórico para o Rio Grande do Sul e suas regulamentações como o PGtec – Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos, por exemplo que disponibilizou recursos do Estado, da ordem de R$ 10 milhões para projetos apresentados pelos parques já existentes e em implantação, fato inédito na história da ciência e tecnologia gaúchas, afirmou.”
 Mensagem da Governadora
O secretário Macluf leu a seguinte mensagem da governadora:
 “Há algumas décadas, a sustentabilidade era assunto distante, pouco palpável e motivo de preocupação de uma minoria. Pequeno era o grupo de defensores da causa; grande era o grau de desconhecimento.
 Com o passar dos anos, contudo, a população foi sendo sensibilizada. Governos federais, estaduais e municipais desenvolveram políticas públicas voltadas exclusivamente à preservação da natureza e de seus finitos recursos. Por sua vez, empresas privadas também abraçaram a causa, incorporando o conceito da sustentabilidade no seu dia-a-dia.
 Ficou óbvio, portanto, que estamos diante de um problema capaz de alterar até mesmo nosso conceito de civilização. Ficou óbvio, por consequência, que apenas com o envolvimento de cada um dos 6,6 bilhões de habitantes do Planeta Terra será possível reverter uma miríade de previsões desoladoras.
 É essa necessidade de mobilização, a propósito, o maior recado transmitido pela Semana Nacional e Estadual de Ciência e Tecnologia. A própria realização desse encontro segue à risca a lição, promovendo eventos em escolas, universidades, institutos de pesquisa, entidades públicas e privadas de todo o Estado. 
 A ciência e a tecnologia têm relevante serviço a prestar ao desenvolvimento sustentável. Basta ver a área de TI, que cresce cada vez mais em tamanho e qualidade, mas com cada vez menos ônus ambientais. E não é só isso: a geração de conhecimento é indispensável para a assimilação de práticas produtivas menos agressivas à natureza.
 E é essa mesma mobilização que tentamos trazer para dentro do Governo do Estado, onde aprimoramos e criamos uma série de programas para fazer frente aos problemas do meio ambiente e ao desafio da sustentabilidade.
 É o caso, por exemplo, do Pró-Guaíba, do Pró-Mar-de-Dentro, do Programa de Educação Ambiental Compartilhado, do Mata Atlântico Sul, do Mexilhão Dourado, do Repovoamento da Araucária e de uma série de outras iniciativas. São soluções reais para problemas reais.
Conseguimos aprovar na Assembléia Legislativa a Lei da Inovação, que já está estimulando o desenvolvimento tecnológico e ampliando as possibilidades de participação do saber acadêmico, disseminado em nossas Universidades, no desenvolvimento do Estado.
 Entre 2007 e 2010, o Rio Grande do Sul avançou muito na área da Tecnologia da Informação. Foi um progresso tecnológico que ocorreu através da valorização da Procergs e da implantação de sistemas de governança eletrônica. Nosso Estado, enfim, tornou-se uma das maiores referências nacionais em Governo Eletrônico, conquistando, no período, inúmeros prêmios nacionais no período.
 Eu sempre soube que a promoção do desenvolvimento sustentável do nosso Estado envolvia um compromisso com o desenvolvimento tecnológico e com a pesquisa científica.
 E sempre soube, também, que nas sociedades modernas, todo crescimento econômico e os consequentes avanços no bem estar social são vôos de galinha se não se apoiarem em expansão do conhecimento científico e em inovação tecnológica.
 Este evento tem o senso de oportunidade e a inteligência de colocar as duas searas na mesma direção. Desejo, portanto, um excelente encontro a todos.”
 Homenagem
Antes de encerrar a cerimônia, em nome da Secretaria e seus funcionários, Macluf prestou uma homenagem póstuma ao professor Paulo Renato dos Santos Souza, coordenador do Programa de Apoio aos Pólos de Inovação Tecnológica da Secretaria, que faleceu me setembro. Ele entregou à família uma placa em reconhecimento pelo trabalho realizado por Souza em prol do desenvolvimento da ciência e tecnologia no Estado.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Semana gaúcha de Ciência e Tecnologia abre com debate sobre os desafios nestas áreas no RS

A 3ª edição da Semana Estadual de Ciência e Tecnologia, paralelamente à 7ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, tem início nesta segunda-feira (18/10), às 10 horas, em solenidade no auditório do Centro Administrativo Fernando Ferrari, (Av. Borges de Medeiros, 1501), em Porto Alegre.
Após esta solenidade, às 10h40, no mesmo local, será realizado um debate sobre “Os Desafios da Ciência e Tecnologia no Rio Grande do Sul”, com as participações do diretor da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul - FIERGS, empresário Aderbal Fernandes Lima; o pró-reitor de Pesquisa e Pós Graduação da PUCRS,   Jorge Luiz Audy; o pró-reitor de Pesquisa e Inovação da Universidade Feevale, Cleber Cristiano Prodanov; e o secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf.
O evento, que ocorre até o dia 24 de outubro, com diversas atividades em todo o País, é coordenado, no Rio Grande do Sul, pela Secretaria da Ciência e Tecnologia em parceria com a  SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Neste período, universidades e institutos de pesquisa, escolas públicas e privadas, centros e museus de ciência e tecnologia, entidades científicas e tecnológicas, fundações de amparo à pesquisa, empresas públicas e privadas, entidades da sociedade civil e população em geral estarão  mobilizados desenvolvendo em suas regiões, atividades e eventos direcionados à promoção da ciência e da tecnologia.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Reitor do IFSUL tem audiência com Macluf sobre o programa de Polos da SCT

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, recebeu em audiência, nesta quinta-feira (14/10), o reitor Antonio Carlos Barum Brod, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul Rio-grandense, acompanhado de sua chefe de gabinete Berenice Mattos da Silva e do diretor Flávio Nunes.
No encontro, foram discutidas ações conjuntas que o Instituto e o governo do Estado, por meio da SCT, poderiam desenvolver em parcerias futuras, principalmente no que se refere a polos tecnológicos. O reitor manifestou a Macluf interesse em credenciar o IFSul para a apresentação de projetos no âmbito do Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos da Secretaria da Ciência e Tecnologia.
O objetivo, segundo ele, é promover a atuação do Instituto dentre as atividades do Polo Tecnológico da Região Sul do Estado, que tem contribuido nos últimos 15 anos com a formação de recursos humanos nas áreas pesqueira, de alimentos e de modernização industrial.
“Para atuarem junto aos polos as instituições interessadas primeiro realizam convênio com o Corede Sul (Conselho Regional de Desenvolvimento da Região Sul), que define as políticas e prioridades dos programas locais, e, depois, formalizam um protocolo de intenções com a Secretaria”, explicou Macluf.
Em 2009, foram anunciados pela Secretaria da Ciência e Tecnologia, o pagamento pelo Estado de 15 projetos, referentes a convênios e acordos de cooperação para o desenvolvimento de polos tecnológicos em diversas regiões do Estado, oriundos do Termo de Referência 01/2010 e da Consulta Popular 2009/2010. O valor total do investimento é de R$ 5,7 milhões, sendo R$ 2,4 milhões recursos estaduais.

domingo, 10 de outubro de 2010

Popularização de C&T

O secretário Eduardo Macluf, da Ciência e Tecnologia, reuniu-se na última quarta-feira (6/10), com o presidente da Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul, Vilmar Zanchin. Entre os assuntos em pauta estava a parceria com a SCT para incentivar os prefeitos gaúchos a buscarem mais informação sobre os recursos disponíveis para a área da Tecnologia da Informação.
Segundo pesquisa recente encomendada pela Famurs sobre “O que os Municípios esperam dos Futuros Governantes”, os prefeitos municipais não apontaram a Tecnologia da Informação como uma área importante a ser objeto de atenção do governo.
Zanchin acredita que podem ocorrer algumas ações de popularização de Ciência e Tecnologia com os prefeitos gaúchos e que a Famurs será parceira da SCT nesta atividade. Também participaram do encontro o chefe de gabinete da SCT, Édio Schrader, e a gerente de projetos da Inovapoa, Deborah Villela.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Diretoria fala das conquistas da Entidade

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, participou, nesta quarta-feira (06/10), de um encontro na Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro) em que foram apresentadas as atividades desenvolvidas pela entidade. Participaram diretores e representantes da Fepagro, Fapergs, Cientec e Uergs.
Na ocasião, o diretor-presidente Benami Bacaltchuk, da Fepagro, apresentou alguns dos 90 projetos de pesquisa da instituição. O dirigente falou das parcerias interinstitucionais, da infraestrutura de pesquisa, dos centros de Pesquisa localizados em regiões estratégicas do Estado e dos laboratórios destinados à pesquisa e prestação de serviços. Um dos maiores desafios da atual administração, explica Benami, foi a adequação dos salários dos servidores da Fepagro e a autorização de concurso público. “A nova matriz salarial para os novos servidores, proposta pela governadora Yeda Crusius, permitiu a recomposição de salários defasados”, explica.
O secretário parabenizou a diretoria e servidores da Fepagro por essa importante conquista. “Isso mostra a importância da Fepagro como agente de desenvolvimento e de sustentabilidade do agronegócio gaúcho”, disse.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Tecnosinos: Melhor Parque Tecnológico de 2010

O secretário da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, esteve presente, nesta terça-feira (05/10), no Tecnosinos – Parque Tecnológico São Leopoldo, para a celebração da conquista do Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador, na Categoria de Melhor Parque Tecnológico de 2010.  Concorrem outros 74 parques tecnológicos.
O prêmio conferido pela Anprotec - Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores, é um conquista da Universidade do Vale dos Sinos – Unisinos, do município de São Leopoldo, da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de São Leopoldo e da Associação do Pólo de Informática daquele município.
 O Parque teve faturamento de aproximadamente R$ 1 bilhão até junho passado, gerando aproximando 2100 novos empregos. Tem 100 empresas incubadas e registrou 48 propriedades intelectuais. O Tecnosinos criou 30 novas tecnologias e vem tendo um crescimento médio de 30%.
 Macluf acredita que essa conquista premia os esforços da academia, dos setores público e privado. “O reconhecimento do Tecnosinos é um orgulho para o Rio Grande do Sul, é um exemplo de desenvolvimento socioeconômico para o Brasil”, afirma.